ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Eleição antecipada não está nos interesses britânicos durante negociações do Brexit, diz May

25/09/2018 19h19

Por William James

NOVA YORK (Reuters) - A primeira-ministra britânica, Theresa May, disse nesta terça-feira que promover uma outra eleição geral enquanto ela negocia os termos da saída do Reino Unido da União Europeia não está nos interesses nacionais britânicos. 

May sofre intensas críticas em seu país e em Bruxelas por conta de sua abordagem para sair da UE, alimentando especulações de que ela pode ser deposta por seu próprio partido, ou que seu governo de minoria conservadora pode entrar em colapso. 

"O que estou fazendo é trabalhar para entregar um bom acordo com a Europa, que seja de interesse nacional. Uma eleição não estaria nos interesses nacionais", disse May a jornalistas a bordo de seu avião oficial em rota para Nova York, para a Assembleia Geral das Nações Unidas. 

O Partido Conservador de May e o principal opositor, o Partido Trabalhista, estão praticamente empatados nas pesquisas de opinião. 

May diz que o Reino Unido chegará a um acordo apesar de um impasse nas conversas com Bruxelas, e descartou a chance de um novo referendo para o Brexit. Os britânicos aprovaram a saída da União Europeia por 52 a 48 por cento dos votos em um referendo em 2016. 

Perguntada se estaria "blefando" quando disse que nenhum acordo seria melhor que um acordo ruim com a UE, May disse à BBC: "Não. O que publicamos ontem eram notas mais técnicas para ajudar negócios e outros que teriam que se preparar no caso de uma situação sem acordo. Essa é a abordagem sensível e mais correta". 

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia