ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Produção de óleo e gás dos EUA no Golfo do México está voltando ao normal após furacão Michael

13/10/2018 16h53

Por Gary McWilliams

HOUSTON (Reuters) - A produção de óleo e gás dos Estados Unidos no Golfo do México está voltando para níveis perto do normal três dias depois do furacão Michael chegar à Flórida Panhandle, mostraram dados de uma agência regulatória offshore neste sábado.

Segundo o Bureau de Segurança e Fiscalização Ambiental (BSEE, na sigla em inglês), a produção de óleo está 19 por cento abaixo do normal, e a de gás natural, menos de 10 por cento. 

O BSEE também disse em uma atualização que apenas uma plataforma de produção evacuada ainda estava desocupada, de um total de 89 plataformas na quarta-feira.

Pode levar vários dias depois da passagem de uma tempestade até que seja feita uma inspeção de danos nas plataformas, com retorno integral da tripulação e retomada da produção, após ter ocorrido o fechamento de poços antes da tempestade. 

O furacão Michael entrou no Golfo como uma tempestade tropical e rapidamente se tornou um grande furacão, produzindo fortes ondas e ventos de até 250 quilômetros por hora quando se aproximou de Panama City, na Flórida, na quarta-feira. 

Na metade deste sábado, a tempestade havia deixado pelo menos 18 pessoas mortas em quatro estados do sudeste dos Estados Unidos, e os danos às comunidades em seu caminho eram estimados em bilhões de dólares. Esta foi uma das mais fortes tempestades registradas na história dos Estados Unidos. 

No total, o Michael custou 3,27 milhões de barris de óleo aos produtores do Golfo nesta semana. 

A produção em águas norte-americanas no Golfo do México representa 17 por cento do total de óleo bruto dos Estados Unidos e 5 por cento da produção de gás natural, de acordo com a Administração de Informações de Energia dos EUA. 

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia