IPCA
0.43 Fev.2019
Topo

ONS corta previsão e vê chuva bem abaixo da média nas hidrelétricas em janeiro

2019-01-11T17:26:03

11/01/2019 17h26

SÃO PAULO (Reuters) - O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) reduziu as projeções para chuvas na região das hidrelétricas do Sudeste e do Nordeste em janeiro, estimadas agora em níveis bem aquém da média histórica, ao mesmo tempo em que elevou a estimativa de demanda por energia no país no mês, segundo relatório nesta sexta-feira.

As precipitações foram estimadas em 73 por cento e 44 por cento da média nas duas regiões, respectivamente, ante expectativas de 83 por cento e 57 por cento na semana anterior. Sudeste e Nordeste concentram as usinas com a maior capacidade de armazenamento de água.

Operadores do mercado de energia já apontavam na semana passada que as chuvas vinham frustrando expectativas desde meados de dezembro, o que elevou preços no mercado de curto prazo de eletricidade e no mercado livre, onde grandes consumidores podem negociar contratos de suprimento diretamente com os fornecedores.

Com o novo cenário projetado pelo ONS, os preços de curto prazo, conhecidos como Preço de Liquidação das Diferenças (PLD), tiveram novo salto no Sudeste e no Sul, de 20 por cento frente à semana anterior, segundo a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

Em paralelo, o ONS ainda aumentou a previsão para a carga, que representa a soma do consumo de energia com as perdas na rede, e agora espera avanço em janeiro de 4,7 por cento na comparação anual, frente a 4 por cento na semana anterior.

(Por Luciano Costa)

Mais Economia