IPCA
0.43 Fev.2019
Topo

Azul tem queda de 53% no lucro líquido do 4º tri

Alberto Alerigi Jr.

2019-03-14T08:56:31

14/03/2019 08h56

SÃO PAULO, 14 Mar (Reuters) - A Azul teve lucro líquido de R$ 138 milhões no quarto trimestre, queda de 53,5% sobre o resultado positivo de um ano antes, informou hoje a terceira maior companhia aérea do Brasil.

A companhia teve lucro antes de juros, impostos, depreciação, amortização e leasing de aeronaves (Ebitdar) de R$ 762,7 milhões nos três últimos meses de 2018, aumento de 14,5% no comparativo anual. A margem cresceu 0,2 ponto percentual, a 30,7%.

O chamado resultado operacional (Ebit) foi de cerca de R$ 283 milhões, queda de cerca de 5% na relação anual, pressionado por desvalorização de 17,3% do real e do aumento de 37,2% no preço do combustível.

A rival Gol divulgou dias atrás alta de 74% no Ebit do período, para R$ 672,4 milhões.

Segundo a Azul, o indicador de custo "Cask" sem incluir combustível caiu 8,1% no quarto trimestre sobre um ano antes, para 19,27 centavos de real.

"Essa é a principal razão de decidirmos acelerar nosso plano de renovação de frota em 2019. Durante o ano, esperamos adicionar 21 aeronaves de nova geração, um aumento de oito unidades em relação ao nosso plano anterior, e substituir 15 jatos mais antigos", afirmou no balanço o presidente-executivo da Azul, John Rodgerson.

O indicador de preços de passagens foi de 37,99 centavos de real no quarto trimestre, queda de 1% na comparação anual.

A empresa, que anunciou nesta semana intenção de comprar cerca de 60% das operações da rival Avianca Brasil, teve alta de 13,5% na receita líquida do trimestre passado, para R$ 2,48 bilhões.

A Azul terminou 2018 com R$ 4 bilhões em liquidez total. A dívida total somava R$ 3,4 bilhões e a alavancagem permaneceu estável em 4,2 vezes, considerando dívida líquida ajustada sobre Ebitdar.

Para ser piloto da Esquadrilha da Fumaça, precisa ter 1.500 horas de voo

UOL Notícias

Mais Economia