Topo

Orçamento de pasta da Infraestrutura para 2019 é menor que o necessário para rodovias, diz secretária

2019-04-25T12:35:12

25/04/2019 12h35

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O Brasil precisa de investimentos de 9 bilhões de reais para a manutenção das rodovias do país, mas o orçamento do Ministério da Infraestrutura neste ano é inferior a esta necessidade e está contingenciado, disse a secretária de fomento, planejamento e parcerias da pasta, Natália Marcassa, nesta quinta-feia.

A dotação orçamentária da pasta para 2019 é de 8,9 bilhões de reais, abaixo daquilo considerado necessário para manutenção dos 50 mil quilômetros de estradas que cortam o país.

"Desses 8,9 bilhões, 40 por cento foram contingenciados e são 8,9 bilhões para tudo, porto, ferrovia, rodovia e aeroportos", disse ela durante evento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) sobre infraestrutura.

"Em 2014, só orçamento do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) era de 13 bilhões, mais do que o orçamento total hoje", disse ela, que defende a reforma da Previdência como forma de liberar recursos para investimentos na área de infraestrutura.

A carteira de projetos da pasta da Infraestrutura prevê a concessão de 15 mil quilômetros de rodovias, 23 mil quilômetros em renovação de malha ferroviária e construção de mais cerca de mil em novas ferrovias no país. Os planos incluem ainda 10 arrendamentos de terminais portuários e a concessão das companhias portuárias em todo o país, começando pela capixaba Codesa e ainda a concessão de aeroportos da Infraero.

(Por Rodrigo Viga Gaier)

Mais Economia