PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Cotações

Índices têm leve alta em Wall Street de olho em guerra comercial

Por Chuck Mikolajczak

30/05/2019 17h10

NOVA YORK (Reuters) - As bolsas de valores dos Estados Unidos encerraram em leve alta nesta quinta-feira, apesar de comentários conflitantes do presidente norte-americano, Donald Trump, e da China sob o estado das discussões comerciais.

Os comentários reforçaram preocupações sobre um potencial prolongamento da guerra comercial entre os dois países e impactos sobre a economia global.

O índice Dow Jones <.DJI> subiu 0,18 por cento, a 25.170,56 pontos, o S&P 500 <.SPX> teve ganho de 0,21 por cento, a 2.788,88 pontos, e o Nasdaq <.IXIC> avançou 0,27 por cento, a 7.567,72 pontos.

Trump afirmou que as negociações comerciais com a China estão indo bem, mas os comentários foram rebatidos por um diplomata chinês graduado, que afirmou que a provocação de disputas de comércio é "terrorismo econômico puro".

A falta de clareza sobre a guerra comercial iniciada pelos EUA tem provocado tensões entre investidores, depois que o S&P 500 acumulou alta de mais de 17 por cento nos primeiros quatro meses do ano, em meio a otimismo na ocasião de que o desentendimento entre os dois países seria resolvido.

Esse otimismo diminuiu e pesou fortemente em maio, com os três principais índices acionários norte-americanos declinando pelo menos 5 por cento no mês. O fechamento em alta desta quinta-feira marcou o primeiro avanço dos índices nesta semana.

"Depois de vários dias de quedas seguidas, o mercado normalmente opta por recuperar um fôlego coletivo e reavaliar o risco", disse Ben Philips, diretor de investimento na Eventshares.

Para além da guerra comercial, um relatório do governo norte-americano mostrou que a inflação dos EUA foi muito menor do que o previsto no primeiro trimestre em meio a uma acentuada queda na demanda doméstica, enquanto o crescimento foi ligeiramente menor do que o previsto em abril.

Cotações