IPCA
0.11 Ago.2019
Topo

Cotações


Siderúrgicas chinesas criam grupo para investigar salto no preço do minério de ferro

05/07/2019 13h26

PEQUIM (Reuters) - As principais companhias siderúrgicas da China formaram um grupo para investigar se fatores "extra-mercado" estão causando uma alta recorde nos preços do minério de ferro, pedindo ao governo que mantenha a estabilidade do mercado.

Executivos de oito empresas do setor de aço que representam 30% da produção chinesa do material, incluindo China Baowu Group, HBIS Group, Jiangsu Shagang Group e Ansteel Group, reuniram-se em 27 de junho na Associação de Ferro e Aço da China (CISA, na sigla em inglês), segundo um documento com minuta do encontro vista pela Reuters.

Um representante da CISA que participou do encontro confirmou a autenticidade do documento sob a condição de anonimato, uma vez que não tem autorização para falar com a imprensa.

As empresas discutiram na ocasião estratégias para lidar com o salto nos preços do minério de ferro importado, que subiram 69% neste ano, tocando um recorde na quarta-feira.

As oito empresas de siderurgia vão criar um grupo de investigação, liderado pela Baowu e com ajuda das demais, para avaliar a metodologia de precificação do minério de ferro importado, atuar em conjunto com bolsas de futuros para estabilizar o mercado e pedir a departamentos do governo que "mantenham a ordem no mercado".

No documento, as empresas e a CISA atribuíram a alta dos preços a problemas na metodologia de reporte de preço por agências que publicam cotações do mercado físico, à atuação de especuladores no mercado de futuros e a falhas em mecanismos de negociação no mercado spot.

"Há alguns fatores extra-mercado por trás do rali dos preços. Especialmente nos últimos dois meses, algumas usinas siderúrgicas reconheceram que não havia uma contração óbvia entre oferta e demanda", segundo a minuta.

As usinas e a associação não responderam pedidos da Reuters por comentários sobre o encontro.

O plano é relatar a situação do mercado e as preocupações sobre a precificação do minério de ferro a autoridades, como o escritório geral da Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma (NDRC), o Ministério da Indústria e Tecnologia da Informação (MIIT), o Ministério do Comércio e a Administração Estatal de Regulação do Mercado, segundo a ata.

Os órgãos de governo não responderam a pedidos de comentário.

Os preços de cargas de minério de ferro com 62% de ferro para entrega na China tocaram um recorde de 126,50 dólares na quarta-feira, segundo dados da consultoria SteelHome.

A oferta de minério caiu na sequência do rompimento de uma barragem da mineradora Vale no Brasil em janeiro, que aumentou preocupações com segurança no país e levou à redução ou suspensão da produção em algumas minas. Um ciclone na Austrália também atrapalhou embarques do país.

Os futuros do minério de ferro na bolsa chinesa de Dalian dobraram desde o início de 2019 e tocaram máxima recorde de 911,5 iuanes (132,59 dólares) na quarta-feira. Eles fecharam a 829,5 iuanes nesta sexta-feira.

(Por Muyu Xu e Shivani Singh)

Mais Cotações