PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Cotações

Demanda forte e preocupações com suprimento elevam preço do minério de ferro na China

Enrico Dela Cruz

09/07/2019 09h19

MANILA (Reuters) - Os futuros do minério de ferro da China subiram nesta terça-feira devido à demanda forte e aos temores persistentes sobre o suprimento, e os preços do aço aumentaram pela primeira vez em seis sessões.

O contrato de minério de ferro mais ativo de setembro na bolsa de Dalian fechou 4,1% mais alto, custando 880,5 iuanes por tonelada. No início do dia ele teve uma elevação de 6,3% e chegou a 899,5 iuanes, aproximando-se do recorde diário de 911,5 iuanes atingido em 3 de julho.

A S&P Global Ratings elevou suas previsões de preço para o mercado de matérias primas de fabricação de aço para este ano e os próximos dois, dizendo acreditar em um abalo prolongado no suprimento devido ao desastre na barragem de rejeito da Vale em Brumadinho (MG) em janeiro.

A agência também levou em consideração a desaceleração econômica chinesa e o suprimento incremental retornando ao mercado externo.

A S&P revisou suas previsões de preço de 75 para 90 dólares a tonelada pelo restante de 2019, de 70 para 80 dólares em 2020 e de 65 para 70 dólares em 2021.

"Em nossa opinião, a Vale pode levar até três anos para voltar aos níveis de produção de 2018", disse a S&P. "A demanda robusta da indústria de aço da China também está escorando o aumento dos preços".

A previsão é que o suprimento global de minério de ferro deve escassear em resultado do fechamento de minas da Vale para verificações de segurança na esteira da tragédia de Brumadinho.

O minério de ferro despencou na Dalian na sexta-feira depois que produtores de aço destacados da China pediram uma investigação sobre a disparada de preços recente.

Cotações