PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Cotações

Bolsa da China fecha em queda de 0,34%; Japão avança 0,06%

Em Hong Kong

17/03/2020 07h34

Os índices acionários da China caíram para mínimas de seis semanas hoje, em linha com os mercados globais, uma vez que o sentimento do investidor permanece frágil após esforços coordenados de bancos centrais falharem em aliviar preocupações sobre o impacto do coronavírus.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 0,49%, reduzindo parte das perdas depois de tocar o nível mais baixo desde agosto de 2019 mais cedo na sessão.

O índice de Xangai teve queda de 0,34%, recuando pelo quinto dia seguido e atingindo o menor nível desde 4 de fevereiro, quando investidores retiraram 700 bilhões de dólares do mercado acionário chinês por temores de uma epidemia.

O subíndice do setor financeiro do CSI300 caiu 0,2%, enquanto tanto o setor de consumo quanto o imobiliário perderam 1,3%.

A China, onde as transmissões locais da doença diminuíram, informou outra alta nos casos confirmados do vírus conforme as infecções no exterior continuam a elevar a contagem total de infecção.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,06%, a 17.011 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,87%, a 23.263 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,34%, a 2.779 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,49%, a 3.709 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 2,47%, a 1.672 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 2,86%, a 94.439 pontos.

. Em SINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 1,65%, a 2.454 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 5,83%, a 5.293 pontos.

Veja mais economia de um jeito fácil de entender: @uoleconomia no Instagram.

Ouça os podcasts Mídia e Marketing, sobre propaganda e criação, e UOL Líderes, com CEOs de empresas.

Mais podcasts do UOL no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas

Cotações