PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Wall St sobe em sessão volátil após maior baque desde 1987

17/03/2020 11h58

Por Medha Singh

(Reuters) - Os principais índices de Wall Street subiam nesta terça-feira, um dia após registrar sua maior queda desde o crash de 1987, à medida que os esforços para conter a rápida disseminação do coronavírus causam estragos na economia global.

O movimento de choque do Federal Reserve para reduzir as os juros a quase zero na segunda-feira enviou o benchmark S&P 500 para mínimas desde o final de 2018, marcando sua terceira maior queda percentual diária já registrada, superada apenas pelo colapso de 1987 e pelo crash da Grande Depressão em 1929.

Os principais índices dos EUA abriram em alta de mais de 1%, mas os ganhos logo se evaporaram em negociações altamente voláteis, antes de voltarem a subir.

"Não enfrentamos um problema como esse nas últimas várias décadas, que afeta todos os setores e empresas em todo o mundo", disse Randy Frederick, vice-presidente de comércio e derivativos da Charles Schwab.

À medida que governos nos Estados Unidos e na Europa começam a fechar restaurantes e escolas, além de pedir que as pessoas fiquem em casa, vários investidores estão preocupados com a possibilidade de a crise atual se transformar em algo maior do que uma recessão, incluindo uma crise de crédito ou até uma depressão.

"Uma recessão é uma probabilidade bastante alta. A questão é quando começa", disse Frederick.

Às 11:46 (horário de Brasília), o índice Dow Jones subia 0,6%, a 20.310 pontos, enquanto o S&P 500 ganhava 2,111788%, a 2.437 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançava 1,73%, a 7.024 pontos.