PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Rússia mantém juros apesar de queda do rublo e de preços baixos do petróleo

20/03/2020 09h53

Por Gabrielle Tétrault-Farber e Andrey Ostroukh

MOSCOU (Reuters) - O banco central da Rússia manteve a taxa de juros nesta sexta-feira e anunciou medidas para apoiar a economia e os mercados depois que o rublo caiu acentuadamente em meio às ameaças econômicas provocadas pelos baixos preços do petróleo e pela pandemia de coronavírus.

O banco central manteve sua principal taxa de juros em 6%, interrompendo seu ciclo de afrouxamento monetário, como analistas projetaram em uma pesquisa da Reuters.

O banco central disse que decidiu manter a taxa após seis cortes seguidos, porque a volatilidade do mercado global relacionada ao coronavírus e uma queda acentuada nos preços do petróleo fez com que a situação econômica se desviasse de suas previsões.

"O pacote de medidas adotadas pelo governo e pelo Banco da Rússia garante estabilidade financeira e apoiará a economia. Todos esses fatores foram levados em consideração ao tomar a decisão sobre a taxa básica de juros" , afirmou o documento.

As medidas do banco incluem taxas especiais de refinanciamento, condições favoráveis para tipos específicos de empréstimos e uma decisão de adiar a introdução de uma regulamentação bancária mais rígida.

(Reportagem adicional de Katya Golubkova)