PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Privatização da elétrica CEEE está mantida e deve ter leilões no 4° tri, diz CEO

13/05/2020 17h07

SÃO PAULO (Reuters) - O processo de privatização da estatal gaúcha de energia CEEE não tem sido atrapalhado pela pandemia de coronavírus e deverá ser concluído ainda em 2020, com a realização de leilões dos ativos da companhia no último trimestre, disse nesta quarta-feira o presidente da elétrica, Marco da Camina Soligo.

A CEEE possui ativos de geração e transmissão, abrigados na subsidiária CEEE-GT, e é responsável pela distribuição de energia em parte do Rio Grande do Sul, por meio da CEEE-D.

"A Covid não paralisou o processo de desestatização do grupo nenhum dia", disse Soligo, ao participar de transmissão ao vivo realizada pela Delta Energia.

O executivo destacou ainda que no momento estão sendo realizados estudos financeiros e técnicos sobre a privatização.

"Tudo isso é possível fazer por home-office, escritório, e está sendo feito."

Ele também comentou que a privatização envolverá leilões em separado dos ativos do grupo e defendeu que um novo controlador aumentará a eficiência das operações.

"Sou muito incisivo de que nós temos, sim, que desestatizar esse grupo, é a melhor decisão para o Estado do Rio Grande do Sul... os leilões estão marcados para o quarto trimestre", disse Soligo.

O governo do Rio Grande do Sul decidiu promover uma cisão na CEEE-GT antes da desestatização, para segregar os ativos de geração e transmissão da empresa, conforme divulgado no final de março.

(Por Luciano Costa)