PUBLICIDADE
IPCA
0,36 Jul.2020
Topo

Índices da China saltam com dados fortes de indústria

Painel na bolsa de valores de Xangai, China - ALY SONG
Painel na bolsa de valores de Xangai, China Imagem: ALY SONG

Andrew Galbraith

01/06/2020 07h36

XANGAI (Reuters) - Os índices acionários da China fecharam com forte alta nesta segunda-feira, diante de dados mais fortes da indústria e após a reação mais leve do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, à legislação de segurança chinesa para Hong Kong.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 2,7%, no maior ganho percentual diário desde 2 de março.

O índice de Xangai teve alta de 2,21%, registrando o maior ganho percentual em um dia para o índice desde 24 de março.

A atividade industrial da China voltou inesperadamente a crescer em maio uma vez que as medidas de contenção do coronavírus foram aliviadas, mas a melhora foi marginal já que as encomendas para exportação continuaram a encolher, mostrou nesta segunda-feira a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) do Caixin/Markit.

Trump determinou na sexta-feira que seu governo inicie o processo de eliminar o tratamento especial dos EUA para Hong Kong para punir a China, mas não encerrou imediatamente os privilégios que ajudaram o território a continuar como centro financeiro global.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,84%, a 22.062 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 3,36%, a 23.732 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 2,21%, a 2.915 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 2,70%, a 3.971 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 1,75%, a 2.065 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 1,25%, a 11.079 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 1,60%, a 2.550 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 1,10%, a 5.819 pontos.

(Reportagem de Andrew Galbraith)