PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Preços do petróleo caem pela 2ª semana com aumento em estoques e demanda fraca

11/09/2020 17h41

Por Devika Krishna Kumar

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo tiveram pouca mudança nesta sexta-feira, mas registraram a segunda perda semanal consecutiva, à medida que os estoques aumentam em todo o mundo e a demanda por combustíveis luta para se recuperar rumo aos níveis pré-coronavírus.

Tanto o petróleo Brent quanto o norte-americano perderam cerca de 6% na semana, após uma série de sinais que mostraram que os mercados ainda têm uma oferta abundante.

A Arábia Saudita e o Kuweit cortaram os preços oficiais de venda para a Ásia, os estoques dos EUA aumentaram e os traders estão reservando navios para armazenamento.

Os contratos futuros do petróleo Brent fecharam em queda de 0,23 dólar, ou 0,6%, a 39,83 dólares por barril. Já o petróleo dos EUA (WTI) subiu 0,03 dólar, para 37,33 dólares o barril.

As infecções por coronavírus estão crescendo em vários países, lideradas pela Índia, onde o Ministério da Saúde local relatou um salto diário recorde de 96.551 novos casos nesta sexta-feira, elevando o total oficial para 4,5 milhões.

Os mercados de ações dos EUA terminaram em queda pela segunda semana após vários indicadores econômicos sugerirem uma longa e difícil recuperação da pandemia.

"Os mercados financeiros continuam dando o tom, inclusive no mercado de petróleo...temores sobre um excesso de oferta aumentaram o sentimento geral de incerteza", disseram analistas do Commerzbank em nota.

Nos Estados Unidos, os estoques de petróleo aumentaram 2 milhões de barris na semana passada. Refinarias no país voltaram lentamente às operações depois de fechamentos devido a tempestades no Golfo do México.

(Com reportagem adicional de Bozorgmehr Sharafedin em Londres e Aaron Sheldrick em Tóquio)