PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Restrições pelo coronavírus pesam mais do que o estimado sobre o PIB da zona do euro no 4º trimestre

PIB da zona do euro sofre impacto das restrições para conter o avanço do coronavírus - Getty Images/iStockphoto
PIB da zona do euro sofre impacto das restrições para conter o avanço do coronavírus Imagem: Getty Images/iStockphoto

09/03/2021 07h32

BRUXELAS (Reuters) - A economia da zona do euro contraiu mais do que o estimado anteriormente nos últimos três meses de 2020 em relação ao trimestre anterior, mostraram dados revisados nesta terça-feira (9), uma vez que o consumo das famílias caiu devido aos lockdowns pela covid-19.

A agência de estatísticas da União Europeia disse que o PIB (Produto Interno Bruto) nos 19 países que usam o euro caiu 0,7% na comparação trimestral, mais do que a estimativa inicial de 0,6%. Isso representa uma queda anual de 4,9%, menos do que a estimativa anterior de 5%.

O principal peso veio do consumo das famílias, que subtraiu 1,6 ponto percentual do resultado trimestral final e 4,1 ponto do número anual.

O aumento dos estoques somou 0,6 ponto no dado final trimestral, os gastos do governo acrescentaram mais 0,1 ponto e o investimento, 0,3 ponto. Mas a balança comercial deu contribuição negativa de 0,1 ponto.

Os lockdowns pela pandemia, que fecharam economias no bloco desde outubro, também afetaram os empregos, com o crescimento do emprego desacelerando a 0,3% na comparação trimestral, de expansão de 1% nos três meses anteriores.

(Reportagem de Jan Strupczewski)