PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Governo central tem superávit primário recorde de R$76,5 bi em janeiro

Getty Images
Imagem: Getty Images

Isabel Versiani

24/02/2022 14h46

BRASÍLIA (Reuters) -O governo central registrou em janeiro superávit primário de 76,5 bilhões de reais, maior saldo já apurado em um mês na série do governo, com início em 1997, mostraram números divulgados pelo Tesouro Nacional nesta quinta-feira.

O resultado superou as expectativa do mercado, que apontavam para um superávit de 60,35 bilhões de reais no mês, segundo pesquisa Reuters. Também veio bem acima do superávit de 43,5 bilhões de reais de janeiro do ano passado.

As receitas líquidas do governo central, que compreende as contas do Tesouro, do Banco Central e da Previdência Social, somaram 203,1 bilhões de reais em janeiro, uma alta real de 18,2% sobre o ano passado. Já as despesas aumentaram 2,2% no mesmo período, para 126,6 bilhões de reais.

Como mostrou a Receita Federal na quarta-feira, a arrecadação em janeiro foi recorde para o mês, impulsionada por receita atípicas de impostos cobrados das empresas (IRPJ e CSLL) e pelo aumento de arrecadação dos setores de minerais metálicos e energia, que têm se beneficiado do aumento dos preços no mercado internacional.

Em 12 meses o resultado primário do governo central acumulado até janeiro foi de déficit de 9,7 bilhões de reais, equivalente a 0,02% do Produto Interno Bruto (PIB).

O resultado primário previsto no Orçamento de 2022 é de déficit de 79,3 bilhões de reais, abaixo da meta prevista na lei de Diretrizes Orçamentárias do ano, que fixava valor de 170,5 bilhões de reais.

(Por Isabel Versiani; edição de José de Castro e Luana Maria Benedito)