PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Tesla suspende produção na fábrica de Xangai por 4 dias devido a restrições contra covid, dizem fontes

China anunciou lockdown de metade de Xangai hoje para conter avanço da covid-19 - Reprodução
China anunciou lockdown de metade de Xangai hoje para conter avanço da covid-19 Imagem: Reprodução

Xangai

28/03/2022 11h47

A montadora norte-americana Tesla está suspendendo a produção em sua fábrica em Xangai, na China, por quatro dias, disseram duas pessoas familiarizadas com o assunto, após a cidade anunciar um lockdown em duas fases para realizar testes em massa de covid-19.

A empresa notificou os trabalhadores e fornecedores sobre a medida, disseram as pessoas.

Inicialmente, a Tesla tentou criar um circuito fechado para continuar a produção e convocou os trabalhadores no domingo, disse uma das fontes. No entanto, a empresa liberou-os naquela noite depois de decidir que não havia mantimentos suficientes, acrescentou a fonte.

A Tesla recusou-se a comentar se a produção foi suspensa. Em comunicado à Reuters, a empresa disse que sempre se esforçou para cumprir suas responsabilidades na prevenção de epidemias e que acredita que as medidas contra a covid-19 em Xangai ajudaram a estabelecer as bases para o desenvolvimento futuro da cidade.

Xangai anunciou no domingo um lockdown em duas etapas para realizar testes de covid-19 ao longo de nove dias.

As autoridades dividiriam Xangai em duas para as testagens, usando o rio Huangpu, que passa pela cidade, como guia.

A fábrica da Tesla fica no distrito de Lingang, na nova área de Pudong, que faz parte da primeira etapa do lockdown em Xangai. As medidas restritivas começaram nesta segunda-feira e devem durar até a manhã de sexta-feira.

A Tesla já havia suspendido a produção em meados de março na fábrica de Xangai por dois dias, depois que a cidade implementou controles rígidos de movimento e realizou testes em massa.

A fábrica em Xangai produz carros para o mercado chinês e também é um importante centro de exportação para a Alemanha e o Japão.

A unidade entregou 56.515 veículos em fevereiro, incluindo 33.315 para exportação, de acordo com uma associação setorial do país.