PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

BC amplia espaço para análise de conjuntura econômica nas reuniões do Copom

Vista do prédio do Banco Central do Brasil em Brasília (DF) - Fátima Meira/Futura Press/Estadão Conteúdo
Vista do prédio do Banco Central do Brasil em Brasília (DF) Imagem: Fátima Meira/Futura Press/Estadão Conteúdo

02/05/2022 18h21Atualizada em 02/05/2022 18h37

BRASÍLIA (Reuters) - As reuniões do Comitê de Política Monetária (Copom), a partir deste mês, terão mais tempo para apresentações técnicas sobre conjuntura econômica, informou o Banco Central (BC) nesta segunda-feira.

A partir de agora, a primeira sessão dos encontros do Copom, voltada à análise de cenários e conjuntura, será feita nas manhãs e tardes de terça-feira e também na manhã de quarta-feira. Até agora, esses encontros eram concentrados apenas nas manhãs e tardes de terça.

"Essa mudança visa disponibilizar mais tempo para as apresentações técnicas sobre conjuntura econômica, sem alteração no número de apresentações ou de participantes", disse em nota.

De acordo com o BC, não haverá mudança na segunda sessão, voltada propriamente à decisão da taxa Selic. Essa parte da reunião ocorre nas tardes de quarta-feira.

Segundo a autoridade monetária, por se tratar de um ajuste administrativo, não há necessidade de alterar o regulamento do Copom.

O Comitê se reunirá nesta semana, na terça-feira e na quarta, para definir o patamar da taxa básica de juros. Em comunicações anteriores, o BC indicou que elevará a Selic em um ponto percentual, a 12,75% ao ano.

(Por Bernardo Caram)