PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Refinarias da Petrobras batem recorde de processamento de óleo do pré-sal

17/05/2022 12h27

SÃO PAULO (Reuters) - A Petrobras bateu recordes de processamento de petróleo do pré-sal em suas refinarias no início deste ano, segundo nota da estatal desta terça-feira, em momento em que mantém a utilização da capacidade no máximo possível para atender ao mercado local.

No primeiro trimestre, uma média de 65% da carga processada veio da camada do pré-sal, um recorde trimestral. Já no mês de fevereiro, foi alcançado o recorde mensal, com média de 66%.

Em 2016, por exemplo, somente 27% da carga processada nas refinarias da companhia tinha origem no pré-sal, disse a Petrobras.

Segundo a gerente executiva de Refino da Petrobras, Elza Kallas, a capacidade de processamento de óleos do pré-sal vem crescendo por meio de investimentos no parque de refino, que trazem maior flexibilidade operacional e logística para a Petrobras e possibilitam à companhia dar melhor aproveitamento a esses petróleos, inclusive no mercado nacional.

Os petróleos do pré-sal possuem baixo teor de enxofre, o que favorece a produção de derivados com maior qualidade, como o diesel S-10 e o bunker, e contribui para que a Petrobras seja mais competitiva em redução de emissões, disse a empresa em nota.

(Por Letícia Fucuchima)