PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Ações europeias sobem após esperanças com papéis de luxo e tecnologia por expectativas com China

30/05/2022 13h57

Por Susan Mathew e Shreyashi Sanyal

(Reuters) - As ações europeias tocaram máximas em quase um mês nesta segunda-feira, com o otimismo impulsionado pela flexibilização de restrições contra a Covid-19 e novos estímulos na China.

Autoridades do centro comercial chinês de Xangai suspenderão muitas das condições para que as empresas retomem o trabalho a partir de quarta-feira, enquanto a cidade também anunciou um plano de ação para impulsionar a economia, mantendo as esperanças de crescimento e demanda na segunda maior economia do mundo.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em alta de 0,59%, a 446,57 pontos, patamar que não era visto desde o início de maio, com empresas de luxo, que obtêm demanda significativa da China, dando o maior impulso ao índice referencial.

A proprietária da Louis-Vuitton, LVMH, a Hermès, a Pernod Ricard e a Burberry subiram entre 0,6% e 4,4%.

"Há um grande suspiro de alívio... de que restrições mais rigorosas serão afrouxadas, principalmente em Xangai e Pequim, porque (os investidores) estão realmente preocupados com a atual estratégia de Covid zero e seu impacto na economia da China", disse Susannah Streeter, analista sênior de investimentos e mercados da Hargreaves Lansdown.

Os ganhos setoriais foram amplos, liderados por um salto de 2,0% nas ações de tecnologia.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,19%, a 7.600,06 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,79%, a 14.575,98 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,72%, a 6.562,39 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,70%, a 24.808,65 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,03%, a 8.930,80 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,87%, a 6.294,98 pontos.