IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

Se meta de inflação está errada, muda-se a meta, diz Lula

Lula participa de cerimônia no Palácio do Planalto - Adriano Machado/Reuters
Lula participa de cerimônia no Palácio do Planalto Imagem: Adriano Machado/Reuters

06/04/2023 13h31

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta quinta-feira que, se a atual meta de inflação está errada, ela deve ser alterada, e voltou a criticar o atual patamar da taxa de juros, que classificou de "incompreensível".

Em café da manhã com colunistas, Lula mencionou uma declaração do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, de que, para cumprir a atual meta de inflação, a taxa básica de juros deveria ser de 26,5% ao ano, não os 13,75% vigentes.

"É no mínimo uma coisa não razoável de ser dita, porque se a meta está errada, muda-se a meta", disse Lula no café da manhã.

De acordo com a GloboNews, que divulgou trechos da entrevista, após o encontro com os colunistas, o ministro da Secretaria de Comunicação Social (Secom) do governo, Paulo Pimenta, disse que a meta de inflação será discutida no governo após a volta de Lula da viagem que fará na semana que vem à China.

A meta da inflação para 2023 é de 3,25%, com margem de tolerância de 1,5 ponto para mais ou para menos. Para 2024 e 2025, o patamar estabelecido é de 3%, com a mesma banda de tolerância. Em fevereiro, o IPCA, índice de inflação de referência usado pelo governo, registrou alta acumulada em 12 meses de 5,6%, acima do teto da meta estabelecida para este ano.

A meta de inflação é estabelecida pelo Conselho Monetário Nacional, composto pelos ministros da Fazenda e do Planejamento e pelo presidente do BC.