IPCA
0,42 Mar.2024
Topo

Controladora de operadora de trens do RJ desiste de concessão

27/04/2023 15h36

Por Rodrigo Viga Gaier

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A controladora da Supervia, responsável pela malha de trens urbanos do Estado do Rio de Janeiro, comunicou ao governo fluminense que pretende devolver a concessão, informou a empresa nesta quinta-feira.

A Supervia é controlada pela Guarana Urban Mobility Incorporated (Gumi), da japonesa Mitsui, desde 2019. A concessão venceria nos próximos meses, mas poderia ser prorrogada até 2043 se objetivos que incluem investimentos e melhorias de qualidade do serviço fossem atendidas.

A concessionária da Supervia transporta atualmente de 300 mil a 350 mil passageiros por dia e alega que antes da pandemia eram cerca de 600 mil pessoas. A empresa também afirma que é alvo permanente de vandalismo, furtos e roubos de cabos de energia, prejudicando a qualidade do serviço e a operação dos trens.

Representantes da companhia vão ser reunir com o governo do Estado para definir um cronograma para a devolução da concessão.

Nos últimos meses, essa é a segunda concessionária de serviços de transportes públicos no Rio de Janeiro que desistem da operação.

No fim de 2022, a CCR, que administra o sistema de barcas, incluindo a importante travessia Rio-Niteroi, anunciou a desistência do serviço. O governo do Estado conseguiu fechar um acordo com a empresa para manter a operação dos serviços por dois anos.