IPCA
0,26 Set.2023
Topo

Produção de petróleo do Brasil cresce 11,2% em maio ante um ano antes

04/07/2023 10h52

Por Marta Nogueira

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A produção de petróleo do Brasil em maio cresceu 11,2% ante um ano antes, para 3,2 milhões de barris de petróleo (bpd), em meio a um avanço nas atividades das principais produtoras do país, enquanto a Petrobras teve um tímido avanço de 1,3%, conforme boletim publicado pela reguladora ANP nesta terça-feira.

As maiores produtoras privadas do país, Shell, TotalEnergies e Petrogal Brasil, da Galp , com importantes presenças no pré-sal, aumentaram a produção na comparação anual.

Já na comparação com abril, a produção brasileira de petróleo avançou 1,9% no quinto mês do ano.

A Petrobras produziu 2,003 milhões de bpd em maio, ante 1,977 milhões no mesmo período do ano passado e 2,008 milhões de bpd em abril.

O aumento da produção brasileira de maio contou com avanço importante da produção do campo de Mero, no pré-sal da Bacia de Santos, que registrou média de 208.182 bpd no período, contra 68.799 bpd no mesmo mês de 2022 e 131.732 bpd em abril.

Com o desempenho, Mero passou a figurar como terceiro maior produtor do Brasil, ultrapassando a produção de Sapinhoá, também no pré-sal da Bacia de Santos.

A jazida compartilhada de Mero é operada pela Petrobras, com 38,6% de participação, e tem ainda como sócias Shell(19,3%), TotalEnergies (19,3%), CNODC (9,65%), CNOOC (9,65%) e PPSA (3,5%).

O principal produtor do Brasil, Tupi, registrou produção média de 835.365 bpd, ante 775.617 bpd em maio de 2022. Já Búzios, segundo maior produtor, somou 539.090 em maio ante 566.511 bpd um ano antes.

A produção de gás natural do Brasil em maio, por sua vez, somou média de 144,4 milhões de metros cúbicos por dia (m³/d), alta de 2% ante abril e avanço de 9,6% versus um ano antes.

A produção total de petróleo e gás do pré-sal em maio foi de 3,196 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed) e correspondeu a 77,8% da produção brasileira.

Foram produzidos na importante região petrolífera 2,510 milhões de bpd e 109,16 milhões de m³/d de gás natural por meio de 144 poços. Houve aumento de 5,9% em relação ao mês anterior e de 12,7% na comparação com o mesmo mês do ano anterior.

(Por Marta Nogueira)