Unidade do Citi no México deve se separar do grupo até final de 2024

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - A unidade de banco de varejo do Citigroup no México, conhecida como Banamex, deve se separar da matriz no segundo semestre de 2024, disse o diretor da instituição, Manuel Romo, à mídia local.

O Banamex deverá então iniciar um processo de abertura de capital em 2025, disse Romo.

A operação do Citi no México não comentou o assunto à Reuters.

No início deste ano, o Citi desistiu da venda da unidade por 7 bilhões de dólares, surpreendendo investidores.

O Citi estava em negociações com o Grupo México, do bilionário mexicano German Larrea, para vender a unidade, com fontes dizendo à Reuters que os dois lados estavam próximos de um acordo.

A interferência do governo mexicano nas operações do Grupo Mexico - desapropriando parte de uma das linhas ferroviárias da empresa - e as exigências relativas à venda levaram as duas partes a abandonar o acordo, disseram as fontes.

Após o fracasso da venda, o Citi disse que listaria o Banamex.

A operação de banco corporativo e de investimento do Citi permanecerá no país com o nome de Citi México.

"Estamos progredindo em tempo hábil na separação", disse Romo, de acordo com a Forbes México e o La Jornada. "Assim, até o segundo semestre de 2024, a separação entre o Banamex e o Citi México estará concluída", acrescentou.

Continua após a publicidade

O executivo aventou a possibilidade do Banamex ser listado em uma das duas bolsas de valores do México e não descartou a possibilidade de ser listado em outro país.

Fontes disseram à Reuters em maio que o banco estava avaliando uma listagem dupla de ações, possivelmente no México e em Nova York.

(Por Kylie Madry)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes