PUBLICIDADE
IPCA
0,25 Fev.2020
Topo

Ibovespa avança 2% com cena externa e commodities

27/08/2015 11h37


O Ibovespa segue os mercados internacionais e registra valorização. A alta era de 1,98% às 11h16, para 46.948 pontos. Em Wall Street, Dow Jones, Nasdaq e S&P 500 avançavam mais de 1%, no mesmo dia em que o índice Xangai Composto, de Xangai, registrou alta de 5,34%.

O Citi diz, em nota de hoje, que há rumores de que o governo chinês planeja estabilizar o mercado de ações até quinta-feira da próxima semana.

Segundo o analista Pedro Galdi, da consultoria WhatsCall, o Ibovespa segue uma recuperação global, numa movimentação inversa à venda generalizada de ativos no começo da semana.

Os agentes financeiros avaliam ainda matéria do Valor sobre a recriação da CPMF. O governo constatou, ao elaborar o Orçamento de 2016, que já há um rombo de aproximadamente R$ 80 bilhões nas contas da União e, para cobri-lo, pretende recriar a contribuição, além de vender ativos e cortar alguns gastos.

A notícia não provocou uma reação negativa dos mercados pelo fato de que não se espera que a medida vingue, comentou o sócio da Canepa Gestora de Recursos, Alexandre Póvoa. Segundo ele, uma das provas de que o governo não conseguiria passar essa elevação foi o próprio recuo da senadora Gleisi Hoffmann na questão da elevação da CSLL.

As commodities também tinham alta, o que ajuda o Ibovespa. O minério de ferro em Qingdao subiu 0,4% e o petróleo também tinha valorização.

As maiores altas estavam com Gerdau Metalúrgica (6,7%), Gerdau (6,9%), Petrobras ON (6,24%), Usiminas PNA (3,5%), CSN (5,7%), Vale ON (4,2%), Vale PNA (3,7%) e Petrobras PN (4,4%).

Economia