Bolsas

Câmbio

Dólar tem leve queda com ambiente externo positivo a emergentes

O dólar fechou em ligeira baixa ante o real nesta segunda-feira, mas suficiente para garantir a quinta desvalorização consecutiva da moeda, para uma nova mínima em quase 13 meses. Depois de uma manhã de altos e baixos, as vendas se aceleraram na parte da tarde, ajudando a cotação a terminar aquém do fechamento anterior.

O dólar comercial caiu 0,09%, a R$ 3,1667. É o menor patamar de encerramento desde 16 de julho de 2015 (R$ 3,1577). Na mínima do dia, a cotação foi a R$ 3,1597, piso desde 17 de julho do ano passado (R$ 3,1538). Na máxima, bateu R$ 3,1897.

No mercado futuro, em que os negócios vão até as 18h, o dólar para setembro indicava R$ 3,1915, praticamente estável e longe da máxima de R$ 3,2150 alcançada mais cedo.

O ambiente externo positivo, com forte valorização de algumas divisas emergentes diante de altas firmes do petróleo, foi decisivo para tirar fôlego da divisa americana. Declarações nesta tarde do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, reforçando que o governo não abrirá mão de austeridade fiscal também para os Estados ajudaram a sustentar as vendas de dólares, embora os comentários não tenham sido novidade.

No entanto, apesar de ter fechado longe das mínimas, o real ainda teve um desempenho bem mais fraco que seus pares. Operadores citaram que a moeda brasileira já havia se valorizado 3,2% nas últimas quatro sessões - mais do que seus pares -, o que reduziu o espaço para nova apreciação firme.

Além disso, o noticiário doméstico do fim de semana, que voltou a lembrar as dificuldades em torno da política fiscal, também limitou um movimento mais favorável ao real, embora os preços ainda estejam em níveis compatíveis com um quadro de confiança no ajuste fiscal.

No ano, o real ganha 25%, também a melhor desempenho entre 33 pares da moeda americana.

Nas contas do BNP Paribas, o real é a moeda mais "sobrevalorizada" da América Latina e uma das mais apreciadas do mundo emergente. Para o banco, a taxa "justa" de curto prazo seria R$ 3,2130.

Dos 31 pares de moedas analisados, o real só está menos apreciado que o dólar de Taiwan (em relação ao dólar americano), que a libra esterlina (ante o euro), que o won sul-coreano (frente ao dólar) e que o zloty polonês (contra o euro).

08/08/2016 17:13:15

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos