Bolsas

Câmbio

Indústria paulista fecha 152,5 mil vagas em 2016, aponta Fiesp

A indústria paulista fechou 152,5 mil postos de trabalho em 2016, queda de 6,58% no número de vagas em relação ao ano anterior. Em dezembro, na comparação sem ajuste sazonal com novembro, o recuo foi de 1,62%, ou 35,5 mil vagas.

Os dados são da Pesquisa de Nível de Emprego do Estado de São Paulo, divulgada nesta quinta-feira. A sondagem é feita pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e pelo Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp).

Para 2017, no entanto, "há uma tendência de estabilização", diz a pesquisa. Já a retomada "mais intensa de vagas" deve vir apenas em 2018.

No recorte por setores, em 2016, os que tiveram recuo mais intenso foram produtos de metal, exceto máquinas e equipamentos, que fechou 17.569 postos, e veículos automotores, reboques e carrocerias, com 16.532 vagas encerradas.

Em termos percentuais, o que teve a queda mais intensa foi o metalúrgico (-20,46%), seguido por confecção de artigos do vestuário e acessórios (-10,48%) e produtos de metal, exceto máquinas e equipamentos (-10%).

Levando em conta as regiões, apenas São Carlos e Marília apresentaram alta no número de empregos criados, de 2,2% e 2,13%, respectivamente. Os destaques negativos ficaram para Cubatão (-33,09%), Santa Bárbara D'Oeste (-14,18%) e Santo André (-13,33%).

Já na Grande São Paulo, o recuo foi de 7,39%, enquanto, no interior como um todo, houve queda de 6,2%.

A pesquisa destaca ainda que os empregos na indústria paulista vêm diminuindo desde 2011. Nesse período, foram encerradas 609 mil vagas, com destaque para os 518 mil postos perdidos entre 2014 e 2016.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos