ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Bolsas de NY fecham em alta, com S&P 500 e Nasdaq em novas máximas

25/07/2017 18h53

O foco nos resultados corporativos do segundo trimestre dominou os negócios nesta terça-feira nos mercados globais. E a balança pesou bem mais para o lado dos números positivos. Como resultado, apesar dos contrapesos, o S&P 500 e o Nasdaq conseguiram obter novos recordes, enquanto o Dow Jones voltou a orbitar a própria máxima, agora a apenas 28 pontos de distância.


Após ajustes, o Dow Jones fechou em alta de 0,47%, a 21.613,43 pontos. O S&P 500 avançou 0,29%, a 2.477,08 pontos, com novo recorde de fechamento. O Nasdaq subiu 0,02%, a 6.412,17 pontos, um leve avanço, mas suficiente para empurrar a régua da máxima de encerramento dois pontos para cima.


Dentro dos componentes do índice de "blue chips", o cabo de guerra travado pelos resultados acima do esperado versus decepções teve como protagonistas, Caterpillar e McDonalds, do lado das altas, com avanços de 5,86% e 4,75%, contra a 3M e United Technologies, que perderam 5,10% e 2,20%.


Entre os setores do S&P 500, o novo recorde se apoiou em um tripé de ganhos: os papéis de energia subiram 1,52%, seguidos dos financeiros, com alta de 1,22%, e de matérias-primas, que avançaram 1%. As ações de companhias da cadeia de óleo e gás viveram um rali na esteira do salto de mais de 3% nas cotações do petróleo.


Já o grupo de tecnologia, apesar dos avanços de gigantes como Apple (+0,43%), Microsoft (+0,80%) e Cisco (+0,85%), sentiu a queda de 2,93% dos papéis de Alphabet, controladora do Google. O ajuste ocorreu após a holding apontar queda de 27,7% no lucro líquido do segundo trimestre na comparação anual, devido a uma multa de US$ 2,74 bilhões aplicada pela Comissão Europeia no início do mês.


A confirmação de uma forte temporada de balanços e a perspectiva de um Federal Reserve ainda mais gradualista no aperto monetário têm sustentado um sentimento otimista entre os investidores.

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia