Bolsas

Câmbio

Ação do Magazine Luiza cai mais de 14% após anúncio de oferta pública

(Atualizada às 15h) As ações do Magazine Luiza recuavam mais de 14% por volta das 15h desta terça-feira (12), após a companhia anunciar uma oferta pública de 24 milhões de ações com esforços restritos de colocação. Às 15h, o papel recuava 14,3%, saindo a R$ 67,10.


Segundo a companhia, serão emitidas 17,6 milhões de novas ações ordinárias para a oferta primária. Os outros 6,4 milhões de ações negociados na oferta secundária são detidos pelos acionistas Luiza Helena Trajano, Onofre de Paula Trajano, Fabrício Bittar Garcia, Flávia Bittar Garcia Faleiros e Franco Bittar Garcia, que integram o bloco de controle da companhia.


O preço por ação será fixado após procedimento de coleta de intenções de investimento ("bookbuilding"). A companhia destaca que, caso haja forte interesse, poderá realizar oferta suplementar de até 3,6 milhões de ações detidas pelos mesmos acionistas da oferta secundária.


Os atuais acionistas terão direito de prioridade na participação da oferta de ações. O direito, no entanto, não poderá ser negociado.


O Magazine Luiza afirmou que o capital levantado com a oferta primária de 17,6 milhões de ações da companhia será destinado a investimentos em logística, tecnologia e na inauguração e transformação de lojas.


Os recursos da oferta secundária serão destinados aos acionistas vendedores.


Apesar da forte desvalorização no pregão de hoje, as ações do Magazine Luiza ainda registram alta da ordem de 400% no ano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos