Bolsas

Câmbio

Ibovespa cai após três altas seguidas e à espera da Previdência

Depois de três pregões consecutivos de alta, o Ibovespa passou por uma correção de preços e caiu. O índice encerrou o dia com queda de 0,10% aos 74.519 pontos, depois de oscilar bastante durante o pregão. Pelo menos dois fatores contribuíram para a queda do Ibovespa.


O primeiro foi o desempenho negativo das bolsas americanas, que servem de parâmetro para os mercados mundiais. O segundo fator foi a expectativa com a apresentação da nova proposta da Previdência prevista para esta noite. O receio dos investidores é de que deve haver flexibilização na idade mínima, o que vai diminuir a economia prevista com a reforma. Mesmo assim, as contas públicas devem ter algum alívio com a reforma.


Outro fator que trouxe instabilidade ao mercado financeiro foi a véspera do feriado de Ação de Graças, nos Estados Unidos. Amanhã, o mercado financeiro americano não funciona e na sexta-feira as operações terão horário reduzido.


No final da tarde, o Fed, banco central dos Estados Unidos, divulgou a ata de sua última reunião de política monetária e não houve alteração no comportamento da bolsa de valores brasileira. O documento mostrou que muitos integrantes viam a elevação dos juros no curto prazo e mostravam preocupação com enfraquecimento das expectativas de inflação, defendendo um aperto gradual dos juros.


Além disso, alguns membros do Fed temiam que manter os juros baixos por muito tempo poderia aumentar os riscos à estabilidade financeira. Os membros do Fed também esperam que a inflação chegue à meta de 2% no próximo ano e que o desmonte do balanço de ativos segue como planejado. Eles afirmam que declarações futuras da instituição podem omitir referências à redução do balanço.


Entre as ações mais negociadas hoje, os destaques de alta ficaram com os papéis da Sabesp, que subiram 4,79%, as ações PNB da Eletrobras, que ganharam 3,35% e as ações PN da Gerdau Metalúrgica, que tiveram alta de 2,90%. Segundo operadores, os papéis da Sabesp subiram com a recomendação do banco HSBC e também com a perspectiva de aceleração do processo de privatização caso o prefeito de São Paulo, João Doria, seja o vencedor na disputa pelo governo federal nas eleições do ano que vem. As ações da Cesp, que também poderiam ser beneficiadas pela aceleração da privatização, subiram 2,23%.


Hoje foi aberto o data room da Eletrobras e a sala permanecerá aberta até cinco dias úteis antes da realização do leilão de venda da empresa, previsto para o primeiro quadrimestre de 2018. As ações da Gerdau Metalúrgica se beneficiaram da alta do minério de ferro no mercado chinês, que ganhou 4,27% para US$ 65,17 a tonelada. As ações ON da Vale tiveram valorização de 2,03%.


Os papéis da Petrobras também subiram, acompanhando o movimento de alta do petróleo no mercado internacional. Os contratos futuros tipo Brent subiam 1,21% a US$ 63,33 o barril. Aqui, as ações ON da Petrobras ganharam 0,86%, enquanto as PN tiveram alta de 1,32%. Já os papéis do sistema financeiro fecharam em queda, com destaque para as ações ordinárias do Bradesco, que caíram 1,16%. A exceção foram as unit do Santander que fecharam com leve alta de 0,33%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos