Caixa garante que não vão faltar recursos do FGTS este ano

O superintendente nacional da rede executiva e negocial de habitação da Caixa Econômica Federal, Guilherme Cunha, disse nesta terça-feira (28) que não irão faltar recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) neste ano.


"Os aportes de R$ 8,7 bilhões feitos pelo Ministério das Cidades já estão à disposição da Caixa e sendo efetivamente aplicados", afirmou.


O banco público tem expectativa que seja autorizada desoneração de dívida soberana perpétua no valor de R$ 10 bilhões, segundo o executivo. "Caso a possibilidade se confirme, teremos, com certeza, orçamento para 2018 e 2019", disse Cunha.


A Caixa tem o desafio de ajustar seu capital aos índices de Basileia. "O Banco Central já entendeu que operações do FGTS para clientes com renda familiar de até R$ 4 mil não irão consumir capital. O orçamento para essa faixa corresponde a mais de 80% do orçamento do FGTS", disse.


O representante da Caixa acrescentou que já há regulamentações do instrumento de crédito Letra Imobiliária Garantida (LIG) junto ao Banco Central. "Estamos aguardando autorizações da CVM [Comissão de Valores Mobiliários] para que a LIG entre em operação", disse.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos