ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 1.Ago.2018
Topo

Confiança empresarial fica estável em fevereiro, aponta FGV

01/03/2018 09h05

O índice de confiança empresarial apurado pela Fundação Getulio Vargas (FGV) ficou praticamente estável em fevereiro, ao passar de 94,8 para 94,7 pontos, segundo relatório publicado nesta quinta-feira. O resultado interrompe uma sequência de sete altas consecutivas.


O Índice de Confiança Empresarial (ICE) consolida os indicadores de confiança dos quatro setores cobertos pelas sondagens empresariais produzidas pelo FGV IBRE, de indústria, serviços, comércio e construção.


O subíndice da Situação Atual (ISA-E) cresceu 0,9 ponto no mês, para 89,8 pontos. O Índice de Expectativas (IE-E) avançou 0,2 pontos, para 100,3, o maior desde dezembro de 2013 (100,5).


A redução de 0,1 ponto do ICE ocorreu a despeito da alta de 1,0 e 1,3 ponto, respectivamente, dos índices de confiança de Indústria e Serviço, os carros-chefe do indicador. O único segmento com a confiança em queda foi a Construção, que havia sido responsável pela maior contribuição positiva à alta do índice agregado no mês anterior.


Em fevereiro, a confiança aumentou em 47% dos 49 segmentos pesquisados pela FGV IBRE para compor o ICE. Esta foi a primeira vez desde junho de 2017 que a proporção de setores em alta é superada pela dos setores em queda. Considerando-se médias móveis trimestrais, a proporção de segmentos em alta, na comparação com o período anterior, é ainda elevada, tendo passado de 70% em janeiro para 65% em fevereiro.


Nesta edição do levantamento, foram coletadas informações de 4.794 empresas entre 1º e 26 de fevereiro.

Mais Economia