PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Todos a Bordo

Ex-funcionários e fãs da Varig compram avião por R$ 85 mil para criar museu

Boeing 727 da Varig foi arrematado em leilão por ex-funcionários e fãs da companhia aérea - Divulgação/Santayana Leilões
Boeing 727 da Varig foi arrematado em leilão por ex-funcionários e fãs da companhia aérea Imagem: Divulgação/Santayana Leilões

Vinícius Casagrande

Colaboração para o UOL, em São Paulo

21/11/2020 04h00

Um grupo de ex-funcionários e fãs da antiga companhia aérea Varig arrematou em um leilão um Boeing 727 que voou pela empresa e estava sucateado nos últimos anos. O avião foi adquirido com o lance de R$ 85 mil. O valor foi arrecadado em uma vaquinha que já reuniu cerca de 250 apoiadores.

O engenheiro de voo aposentado Rubem Moscar Burgel, que trabalhou na Varig por 35 anos, foi o idealizador do projeto. Foi ele o responsável por arrecadar o dinheiro necessário e fazer o lance durante o leilão. "Já vinha pensando em como criar um museu da Varig e reunir acervo. O leilão foi a oportunidade perfeita. Quando soube da venda do Boeing 727, não poderia deixar essa oportunidade passar", afirmou.

Depois de concretizar a compra do Boeing 727, o grupo está agora em busca de um local para fazer a instalação do museu. Segundo Burgel, há algumas opções em estudo na região de Porto Alegre (RS) e na Serra Gaúcha. O aeroclube de Eldorado do Sul também já se ofereceu para receber o avião, segundo Burgel.

Além do Boeing 727 restaurado, o futuro museu também deverá ter outros itens. Burgel afirmou que o grupo já começou a reunir material. "A nossa ideia é mostrar toda a história da companhia", afirmou.

727 Varig - Divulgação/Satayana Leilões - Divulgação/Satayana Leilões
Interior do Boeing 727 da Varig que estava abandonado em Porto Alegre
Imagem: Divulgação/Satayana Leilões

Avião de 1970

O avião adquirido pelo grupo chegou à Varig em 1970 e recebeu a matrícula PP-VLD. O avião transportou passageiros até 1989, quando foi convertido para aeronave cargueira. O Boeing 727 ficou em operação até 2006, quando foi aposentado.

O jato ficou no aeroporto internacional Salgado Filho, em Porto Alegre. Com o fim das operações da Varig, acabou abandonado no pátio do aeroporto. Após mais de uma década parado, o PP-VLD ficou bastante deteriorado interna e externamente.

Desmontagem e restauração

Antes de ser transferido para o local onde funcionará o futuro museu em memória da Varig, o Boeing 727 precisa ser desmontado e transferido para um local onde começará a ser feita a restauração. Mesmo sem condições de voo, a ideia é deixar a aeronave com cara de nova.

727 Varig - Pedro Aragão/Wikimedia - Pedro Aragão/Wikimedia
Avião voou por mais de 30 anos pela Varig antes de ser abandonado
Imagem: Pedro Aragão/Wikimedia

Para levantar os recursos necessários para o transporte e restauração do avião, Burgel afirmou que está sendo criada formalmente uma associação para viabilizar a parte jurídica do negócio. Segundo ele, dessa forma ficará mais fácil a captação dos recursos necessários. No entanto, ele não soube informar qual será o total necessário para todo o projeto.

Após todo o processo de restauração, o Boeing 727 deve ganhar novamente o interior de passageiros e receber a pintura clássica da Varig.