PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Todos a Bordo

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Saiba quais são os aviões que aparecem no novo 'Top Gun', com Tom Cruise

"Top Gun: Maverick" traz várias cenas de voos e acrobacias de caças F/A-18 Super Hornet - Divulgação/Paramount Pictures
'Top Gun: Maverick' traz várias cenas de voos e acrobacias de caças F/A-18 Super Hornet
Imagem: Divulgação/Paramount Pictures

Alexandre Saconi

Colaboração para o UOL, em São Paulo

14/05/2022 04h00

Com estreia marcada para 26 de maio, o filme "Top Gun: Maverick" é a continuação de um dos mais famosos e lucrativos filmes envolvendo a aviação na história."Top Gun: Ases Indomáveis", de 1986, conta a história do piloto Pete "Maverick" Mitchell, interpretado por Tom Cruise, agora de volta à tela.

Agora, o rebelde protagonista terá de treinar um grupo de pilotos em meio a uma guerra tecnológica, com drones e aviões cada vez mais modernos. Para dar vida e realismo às filmagens, o próprio Cruise pilotou alguns dos aviões, tendo de passar por um treinamento intenso de resistência para enfrentar as cenas a bordo dos caças.

SEM SPOILERS: Nos trailers divulgados até hoje, é possível ver alguns dos aviões que estarão no filme. Saiba mais sobre eles a seguir.

F/A-18

F/A-18 - Sargento Corey Hook/Força Aérea dos Estados Unidos - Sargento Corey Hook/Força Aérea dos Estados Unidos
F/A-18 da Marinha dos EUA, durante a Guerra no Iraque
Imagem: Sargento Corey Hook/Força Aérea dos Estados Unidos

A estrela dessa versão do filme é o F/A-18, um caça bimotor que entrou em serviço na década de 1980 na Marinha dos EUA.

Para conseguir capturar as imagens, foi feita uma adaptação para instalar seis câmeras de cinema na cabine. Embora os atores não tenham pilotado de fato o F/A-18, todas as cenas com eles a bordo foram gravadas em voos reais.

O caça foi fabricado inicialmente pela McDonnell Douglas, atualmente, Boeing. Sua velocidade pode chegar a 1,8 vezes a velocidade do som, o equivalente a um total de cerca de 2.200 km/h no nível do mar. Ele tem uma autonomia de até 3.054 km de distância com tanques extras, podendo voar a até 15 km de altitude.

Su-57

Su-57 - Reprodução/YouTube/Paramount Brasil - Reprodução/YouTube/Paramount Brasil
Trecho do filme 'Top Gun: Maverick' mostra o que seria um caça russo Su-57
Imagem: Reprodução/YouTube/Paramount Brasil

Uma das aeronaves vistas nos trailers aparenta ser um Su-57, o caça russo mais moderno da atualidade. Informações mais específicas do modelo são sigilosas até hoje, como dimensões, motores, velocidade etc.

Hoje, o Su-57 não tem nem dez unidades produzidas, e seu desenvolvimento ocorre há mais de uma década, tendo o primeiro protótipo realizado o voo inaugural em 2010.

Darkstar

Darkstar - Reprodução/YouTube/Paramount Brasil - Reprodução/YouTube/Paramount Brasil
Trecho do filme 'Top Gun: Maverick' mostra o Darkstar, avião desenvolvido para o longa
Imagem: Reprodução/YouTube/Paramount Brasil

Um avião feito especificamente para o filme foi o Darkstar, um "clone" do avião hipersônico SR-72, que está sendo desenvolvido pela Lockheed Martin. A empresa, inclusive, foi quem desenhou o Darkstar para "Top Gun: Maverick", tornando o projeto ainda mais real.

Segundo o produtor Jerry Bruckheimer, em entrevista ao site Sandboxx, a China chegou a reorientar os seus satélites espiões para registrar o avião, pois pensaram que ele era de verdade.

Na breve cena em que aparece no trailer, é possível ver o avião em sobrevoo. Em fotos dos bastidores, Cruise usa um traje especial, como aqueles utilizados pelos pilotos dos aviões supersônicos.

F-14 Tomcat

F-14 - Reprodução/YouTube/Paramount Brasil - Reprodução/YouTube/Paramount Brasil
F-14 em frente a base aérea no filme 'Top Gun: Maverick'
Imagem: Reprodução/YouTube/Paramount Brasil

O grande astro do primeiro filme (ao lado de Cruise), o caça F-14 Tomcat chama atenção por suas asas de geometria variável, que mudam de posição, formando ângulos diferentes em relação à fuselagem.

Isso representa uma vantagem, pois, em baixas velocidades, é interessante que a asa esteja na posição mais aberta possível para garantir a sustentação do avião. E, em altas velocidades, na posição mais recolhida, permitindo a operação do voo supersônico.

Hoje aposentado das forças armadas dos Estados Unidos, o F-14 tinha velocidade máxima de cerca de 2.480 km/h e chegava a uma altitude de até 17 km. O caça a jato bimotor comportava até dois tripulantes a bordo.

No trailer e imagens de bastidores, não fica claro se Cruise voltará a pilotar o F-14 ou se ele apenas contracenará com o astro.

Treinamento pesado

Os atores que aparecem voando nos caças no filme estão em voo de verdade. Segundo a produção do longa, isso foi fundamental para transmitir mais realidade às cenas.

Foram várias etapas de treinamento, com aviões menores, manobras em caças e teste com acelerações que chegam a sete vezes a força da gravidade.

Os atores também foram treinados para operar as seis câmeras a bordo dos F/A-18, mantendo contato constante com a direção do filme para saber como as tomadas foram gravadas, se o ângulo de filmagem estava certo, entre outras questões.

Todo esse treino durou vários meses, e o resultado é visto no rosto dos atores, principalmente nas cenas mais difíceis, em alta velocidade, nas quais o esforço físico para aguentar as acelerações fica visível na face de cada um.

Aviões personalizados

Tom Cruise chegou ao lançamento de "Top Gun: Maverick" nos Estados Unidos, no começo de maio, a bordo de um helicóptero personalizado para o filme. O local escolhido para o evento foi o porta-aviões USS Midway, que foi transformado em museu.

Além do helicóptero, a produção do filme personalizou a pintura de um jato executivo Embraer ERJ135 para a divulgação do longa.

Veja como foi a preparação dos atores para a gravação das cenas a bordo dos caças reais (legendado):

Veja o trailer do filme (dublado):