PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

Todos a Bordo

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Como é o interior do gigante Beluga, avião que tem dado o que falar

Interior do Beluga é capaz de comportar cargas enormes - UOL
Interior do Beluga é capaz de comportar cargas enormes Imagem: UOL
só para assinantes

Alexandre Saconi

Colaboração para o UOL, em São Paulo

06/08/2022 04h00

A vinda do Beluga, o avião supercargueiro da Airbus, causou furor. Pela primeira vez ao Brasil, ele passou pelos aeroportos de Fortaleza (CE) e Viracopos, em Campinas (SP). Em seu interior, ele trouxe uma carga inédita: o primeiro helicóptero ACH160 do mundo, que foi vendido para um cliente brasileiro.

Existem dois modelos de Beluga: o Beluga ST, mesmo modelo que veio ao Brasil, e o Beluga XL, maior que o ST e desenvolvido a partir do A330.

A versão ST, desenvolvida a partir do A300-600, hoje presta serviço de cargas para diversos clientes mundo afora. Já o Beluga XL se concentra em transportar partes e peças de aviões da companhia para a montagem final na fábrica da empresa na França.

São transportadas asas, fuselagens, estabilizadores, entre outra gama de peças a bordo.

Para comportar o carregamento, o Beluga levanta a "testa" da aeronave, que fica acima da cabine de comando.

Com isso, ele comporta cargas de grande tamanho, sendo esse avião o que tem a maior capacidade em volume da atualidade. Em volume, o Beluga é maior que o Antonov An-225, ex-maior avião de carga do mundo que foi destruído na guerra na Ucrânia, e o Lockheed C-5 Galaxy, utilizado pelas forças armadas dos Estados Unidos.

Be - Divulgação/Airbus - Divulgação/Airbus
Beluga XL carregando partes de outro avião
Imagem: Divulgação/Airbus

Entretanto, o avião da francesa não carrega cargas tão pesadas quanto o Antonov. O Beluga ST leva carregamentos de até 40 toneladas e o XL de até 44 toneladas, enquanto o An-225 transportava até 250 toneladas de carga útil.

Veja nas imagens a seguir um pouco mais como é o Beluga, tanto o ST quanto o XL, por dentro:

Vista interna do Beluga XL - Divulgação/Airbus - Divulgação/Airbus
Imagem: Divulgação/Airbus

O interior do Beluga XL chega a ter 8,1 metros de largura e 7,5 metros de altura, o maior compartimento de um avião de transporte do mundo.

Beluga carregado com o helicóptero H225 - Divulgação/Airbus - Divulgação/Airbus
Imagem: Divulgação/Airbus

O tamanho do Beluga permite que ele seja carregado com espaço de sobra com outras aeronaves, como o helicóptero H225 na imagem. À frente está um contêiner com carga e o helicóptero, sem as pás, fica ao fundo.

Beluga XL sendo carregado com a seção frontal do A350XWB, da Airbus - Divulgação/Airbus - Divulgação/Airbus
Imagem: Divulgação/Airbus

A seção frontal da fuselagem do primeiro A350 XWB foi transportada dentro do Beluga XL de Saint-Nazaire até a linha final de montagem em Tolouse, ambas na França.

Tripulação do voo do Beluga ST que trouxe o helicóptero ACH160 ao Brasil no fim de julho - Divulgação/Airbus - Divulgação/Airbus
Imagem: Divulgação/Airbus

A tripulação que trouxe o ACH160 no Beluga ST ao Brasil no final de julho.

Interior do compartimento de carga do Airbus A300-600ST, o Beluga - Divulgação/Duch.seb - Divulgação/Duch.seb
Imagem: Divulgação/Duch.seb

O interior vazio de um compartimento de carga do Beluga ST. Nele, é possível transportar outras partes de aviões além de helicópteros inteiros e outros tipos de carga.