IPCA
0,42 Mar.2024
Topo

Todos a Bordo

REPORTAGEM

Feira de aviação é suspensa após telhado cair sobre avião em Congonhas (SP)

Estutura do estande cai sobre avião exposto em feira no aeroporto de Congonhas (SP) - Reprodução
Estutura do estande cai sobre avião exposto em feira no aeroporto de Congonhas (SP) Imagem: Reprodução

Alexandre Saconi

Do UOL, em São Paulo

10/08/2022 19h37Atualizada em 11/08/2022 09h36

Uma feira de aviação que ocorria no aeroporto de Congonhas, em São Paulo, precisou ser suspensa por volta das 17h desta quarta-feira (10) após um acidente em um dos estandes.

O telhado de uma das estruturas do local caiu sobre um dos aviões em exposição após fortes rajadas de vento que atingiram a região do aeroporto.

Ao menos uma pessoa se machucou levemente após cair enquanto corria para não ser atingida pelo telhado. Há relatos de testemunhas de que uma pessoa se machucou mais seriamente, mas a informação não foi confirmada pela organização da feira.

Após a queda, equipes de bombeiros e dos expositores começaram a afastar as pessoas do local. Em seguida, as pessoas foram tiradas do local e a feira foi suspensa.

A Labace, considerada a maior feira de aviação executiva da América Latina, ocorre no espaço onde ficavam os hangares da Vasp e da Avianca em Congonhas.

Ao todo, cerca de 40 aeronaves e 95 expositores estavam no evento. A feira será retomada normalmente nesta quinta-feira (11).

O acidente

O estande que foi destelhado é o da fabricante francesa de aviões Dassault. A estrutura caiu sobre uma aeronave Falcon 2000LXS.

O jato estava ao lado de outro avião, um Falcon 8X que, segundo relatos no local, não foi atingido.

O estande havia sido fechado para visitação do público momentos antes devido a um problema na estrutura causado pelos fortes ventos.

No momento do acidente, apenas executivos, a equipe da empresa e poucos convidados estavam no local.

Procurada, a organização da feira não relatou se houve feridos.

A região do aeroporto registrou fortes rajadas de vento na tarde desta quarta-feira que chegaram a cerca de 74 km/h. Diversas aeronaves relatavam via rádio a presença de turbulência próxima ao instante do pouso, e algumas chegaram a arremeter.

Leia a nota da organização do evento:

"Fortes ventos interromperam o segundo dia da Labace, feira de aviação, realizada no Aeroporto de Congonhas, e todo o espaço precisou ser evacuado por volta das 17h.

Segundo a meteorologia, uma frente fria que está passando pela região SE, associada a um ciclone extra tropical, que normalmente se inicia em em alto mar se formou próximo ao litoral. Com isso, houve ventos cortantes em altitude, com rajadas na superfície, numa espécie de "mini tornados". Esses ventos chegaram a +/- 70km/h, nos principais aeroportos da Grande SP e em torno. Em Congonhas, esses ventos de través propiciaram o fechamento temporário de pousos e decolagens.

A organização da Labace agradece a compreensão de todos visitantes e expositores e informa que o evento volta ao seu horário normal amanhã. Qualquer alteração das previsões das condições meteorológicas serão prontamente comunicadas pelas nossas redes sociais".