Todos a Bordo

Todos a Bordo

Reportagem

'Mayday' é sinal de perigo iminente: como pilotos pedem socorro em voos

O piloto de um voo da Azul que iria do Rio Grande do Norte para Minas Gerais precisou pousar pouco depois de decolar, na manhã de hoje, depois de declarar "mayday".

O avião voltou ao aeroporto de origem, em Natal, e pousou em segurança. O incidente aconteceu menos de uma semana depois que um voo da Latam foi desviado para Salvador porque um dos pilotos passou mal. No caso, um dos tripulantes declarou "pan pan" para o controle de voo.

Mas qual é a diferenças entre 'mayday' e 'pan pan'?

Mayday é uma expressão utilizada apenas quando a aeronave está sob perigo iminente e requer ajuda imediata.

O termo vem do francês "m'aider", que significa "me ajude". Ele foi criado em 1923 por Frederick Stanley Mockford, um oficial de rádio do aeroporto de Londres, diante do aumento de voos entre a Inglaterra e a França. A ideia é que a palavra seria facilmente pronunciada e compreendida por pilotos e equipes em solo.

Entre as situações em que ela é usada estão: perda de controle da aeronave, falha de motor e fogo a bordo. Quando o comandante observa que é realmente necessário pedir o socorro, ele precisa falar três vezes a expressão. Dessa forma, ele alerta os controladores de voo e passa a ter prioridade em relação às comunicações das outras aeronaves.

Já Pan Pan é uma mensagem usada quando acontece alguma questão que envolva a segurança da aeronave ou de alguma pessoa a bordo. Diferentemente de "mayday", quando se usa "pan pan" não há uma situação crítica e de risco iminente.

Ela pode ser utilizada: quando o avião se perde (mas não corre risco de queda); quando há falha que exija uma mudança imediata de rota ou altitude; ou quando passageiro ou tripulante tem emergência médica, como no caso do piloto da Latam.

Sua origem também vem do francês, "panne", que significa "pane" ou "colapso", em português. E, assim como no caso do mayday, ela também deve ser repetida três vezes aos controladores para seguir os protocolos.

*Com informações do texto "Mayday, pan-pan: como se pede socorro em avião? Ouça áudio de caso real", publicada na coluna "Todos a Bordo", de UOL Economia, em 31 de agosto de 2018

Reportagem

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes