Bolsas

Câmbio

Petrobras tomba 4,8% e Bolsa volta ao menor nível desde 2009; JBS cai 7,3%

Do UOL, em São Paulo

As ações da Petrobras tombaram mais de 4% e puxaram a queda do Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, nesta terça-feira (26). O índice fechou em baixa de 1,4%, a 37.497,48 pontos. Com isso, a Bovespa volta ao menor nível de fechamento desde 9 de março de 2009, no auge da crise mundial, quando encerrou o dia em 36.741,35 pontos.

Na véspera a Bolsa ficou fechada devido ao feriado na cidade de São Paulo. Na semana passada, teve desvalorização de 1,39%.

Também influenciaram na queda da Bolsa o desempenho negativo das ações dos Banco do Brasil e do Itaú Unibanco, que, assim como a Petrobras, têm grande peso sobre o Ibovespa. A JBS despencou mais de 7%, após denúncias envolvendo sua controladora.

Petrobras tomba 

Os papéis preferenciais da Petrobras (PETR4), que dão prioridade na distribuição de dividendos, fecharam em baixa de 4,76%, a R$ 4,20. As ações ordinárias (PETR3), com direito a voto em assembleia, perderam 4,03%, a R$ 5,96. 

Na semana passada, os papéis já tinham perdido 14,70% e 7,45%, respectivamente.

Os papéis foram influenciados pela forte queda, ontem, das ADRs (recibos que representam ações de uma empresa estrangeira) da petroleira na Bolsa de Nova York. Como a Bovespa não operou, a influência foi sentida hoje. 

BB e Bradesco caem

As ações do Bradesco (BBDC4) recuram 1,15%, a R$ 17,16, e as do Banco do Brasil (BBAS3) caíram 0,85%, a R$ 12,89. 

Ação da JBS despenca mais de 7%

Os papéis da JBS (JBSS3), dona da Friboi e da Seara, tiveram a maior queda do Ibovespa, despencando 7,33%, a R$ 9,86.

O Ministério Público Federal em São Paulo informou ter denunciado nove pessoas ligadas ao grupo J&F, controlador da JBS, e ao Banco Rural por crime contra o Sistema Financeiro Nacional.

Dólar tem 3ª queda, mas fecha acima de R$ 4

No mercado de câmbio, o dólar comercial teve o terceiro dia seguido de queda, caindo 0,78%, a R$ 4,07 na venda. O dia foi de instabilidade.

Ontem, a moeda norte-americana havia caído 0,21%, em um dia de poucos negócios devido ao feriado na cidade de São Paulo.

Bolsas internacionais

As Bolsas de Valores da Europa fecharam em alta nesta terça-feira.

  • Portugal: +1,56%
  • Itália: +1,51%
  • Espanha: +1,46%
  • França: +1,05%
  • Alemanha: +0,89%
  • Inglaterra: +0,59%

A Bolsa da China despencou mais de 6,38%, e chegou ao menor nível em mais de um ano. O mercado de ações chinês foi afetado por uma nova queda no preço do petróleo, o que retoma preocupações com o crescimento global. Na segunda, os preços do petróleo voltaram a ficar abaixo de US$ 30, perto do menor valor em 12 anos. As demais Bolsas da Ásia e do Pacífico também caíram.

  • China: -6,38%
  • Hong Kong: -2,48%
  • Japão: -2,35%
  • Cingapura: -1,43%
  • Coreia do Sul: -1,15%
  • Taiwan: -0,83%
  • Austrália: não operou

(Com Reuters) 

 

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos