Bolsas

Câmbio

Dólar sobe após três quedas seguidas, mas fecha abaixo de R$ 4, a R$ 3,986

Do UOL, em São Paulo

dólar comercial fechou esta terça-feira (2) em alta de 0,68%, cotado a R$ 3,986 na venda. Com isso, a moeda norte-americana interrompe uma sequência de três quedas.

Durante o dia, o dólar chegou a subir mais de 1% e passar do nível de R$ 4, mas depois o ritmo de avanço desacelerou.

Na véspera, o dólar havia caído 1,62% e atingido o menor valor de fechamento desde 30 de dezembro. 

Cenário internacional

Após uma recuperação na semana passada, os preços do petróleo voltaram a cair nesta semana, com uma chance menor de um acordo para reduzir a produção global do produto. A queda do petróleo vem fazendo com que investidores evitem moedas relacionadas a matérias-primas.

"O noticiário ainda se concentra na queda do petróleo, e o quadro segue mais desfavorável para ativos de risco", escreveram analistas da corretora Guide Investimentos em nota a clientes.

Contexto nacional

No Brasil, investidores voltavam a ficar cautelosos com o fim do recesso parlamentar e a retomada do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff.

A visita de representantes da agência de classificação de risco Moody's ao Brasil nesta terça também atraía atenções. A Moody's colocou em dezembro o grau de investimento brasileiro em revisão para rebaixamento, o que normalmente significa que uma ação pode ser tomada em um período de 90 dias.

A agência é a única das três maiores do setor que ainda mantém o Brasil como grau de investimento. O selo de bom pagador foi retirado do país pela Standard & Poor's, em setembro, e pela Fitch, em dezembro do ano passado.

"O cenário interno está tenso. A qualquer momento pode vir uma notícia ruim que funcione com um gatilho para uma alta do dólar", disse o operador de uma corretora nacional à agência de notícias Reuters. 

(Com Reuters)

 

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos