Bolsas

Câmbio

Dólar cai 1,88% após seis altas seguidas e fecha cotado a R$ 3,994

Do UOL, em São Paulo

dólar comercial chegou a cair mais de 2% durante o dia, mas reduziu o ritmo da queda no final da sessão e fechou com desvalorização de 1,88%, a R$ 3,994 na venda.

É a maior queda percentual diária desde 28 de dezembro do ano passado, quando a moeda havia caído 2,1%. 

Com isso, a moeda norte-americana interrompe uma sequência de seis altas. Na véspera, o dólar havia subido 1,86%. 

S&P corta nota do Brasil

O dólar reduziu a queda após a agência de classificação de risco Standard & Poor's rebaixar a nota da dívida brasileira, de "BB+" para "BB". 

A agência já tinha tirado o "selo de bom pagador" do país em setembro.

Cenário externo

No contexto internacional, o mercado estava otimista com a recuperação dos preços do petróleo.

"Essa disparada do petróleo causou uma reversão de todo aquele pessimismo que vimos ontem", disse o operador José Carlos Amado, da corretora Spinelli, à agência de notícias Reuters.

Os preços do petróleo subiam nesta sessão depois de o Irã expressar apoio à iniciativa encabeçada por Rússia e Arábia Saudita para cortar a produção da matéria-prima.

Com isso, investidores colocavam dinheiro em negócios de maior risco, especialmente aqueles ligados a matérias-primas.

O mercado também esperava a divulgação da ata da última reunião do Federal Reserve (Fed, Federal reserve).

"A ata da última reunião do Fed será o destaque da agenda macro de hoje. Riscos... devem ser ressaltados no documento, mais uma vez. Seguirá baixa a probabilidade de elevação de juros neste ano", escreveram analistas da corretora Guide Investimentos em relatório.

(Com Reuters)

 

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos