PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Cotações

Dólar fecha a R$ 3,761, menor valor do ano, em dia de operação contra Lula

Do UOL, em São Paulo

04/03/2016 17h12

dólar comercial fechou esta sexta-feira (4) em queda de 1,09%, a R$ 3,761 na venda, menor valor de fechamento desde 9 de dezembro (R$ 3,737).

Durante a manhã, o dólar chegou a cair quase 4% em meio às notícias de que a Polícia Federal fez operação na casa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

É a quarta queda seguida da moeda norte-americana. Com isso, o dólar encerra a semana com queda de 5,93%, o maior tombo desde a semana encerrada em 31 de outubro de 2008, quando a desvalorização chegou a 7,22%. 

O dólar acumula baixa de 6,06% no mês e desvalorização de 4,74% no ano.

Lava Jato chega a Lula e mercado reage

A operação Lava Jato lançou nesta manhã nova fase da investigação tendo como alvo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, contra quem foram expedidos mandados de condução coercitiva e busca e apreensões. A operação apura possíveis crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no esquema envolvendo a Petrobras.

Notícias que aumentam a pressão sobre a presidente Dilma Rousseff, alvo de processo de impeachment, vêm sendo bem recebidas pelo mercado, que entende que eventual troca no governo pode trazer de volta a confiança e abrir espaço para mudanças na política econômica, segundo analistas.

Além disso, a investigação contra Lula poderia atrapalhar os planos do ex-presidente de concorrer à eleição em 2018, de acordo com os economistas.

"O mercado reage assim à medida que aumenta a possibilidade de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Desde a época da eleição o mercado o mercado torce pela troca de governo", disse Vitor Miziara, sócio da Criteria Investimento, ao UOL.

Ainda assim, alguns analistas ponderam que as instabilidades políticas podem dificultar ainda mais a governabilidade no presente. Além disso, não é certo que a saída da presidente resultaria em um governo mais apto a promover as reformas econômicas que muitos acreditam ser a chave para a recuperação da economia.

"O mercado está apostando em retomada da confiança que pode não se concretizar. Há uma certa euforia e acho que algumas pessoas estão indo no embalo, mas tem muita água para rolar ainda", disse o operador de um banco internacional, sob condição de anonimato, à agência de notícias Reuters.

Na quinta-feira (3), a revista IstoÉ divulgou suposta delação do senador Delcídio do Amaral, citando Dilma e Lula. A Bolsa disparou mais de 5% e o dólar caiu mais de 2%.

Dados dos EUA

O mercado também avaliou dados divulgados hoje sobre a economia dos Estados Unidos. Foram criadas 242 mil vagas de emprego em fevereiro, o que aponta para uma recuperação da economia norte-americana e para a possibilidade de aumento dos juros.

Juros mais altos tendem a atrair para os EUA recursos atualmente investidos em locais mais arriscados, como o Brasil.

Atuações do BC

O Banco Central ajustou sua intervenção numa tentativa de conter a queda do dólar, que chegou a quase 4% pela manhã, segundo o mercado.

Neste mês, o BC tem vendido diariamente até 9.600 contratos de swap cambial (equivalentes à venda futura de dólares) que vencem em abril. Hoje, porém, vendeu apenas parte deles: 8.000.

"Parece que o BC quer segurar um pouco a queda do dólar, está muito intensa", disse o gerente de câmbio da corretora BGC, Francisco Carvalho, à Reuters.

(Com Reuters)

Mais sobre Bolsa e dólar

  • UOL

    Direto da Bolsa

    Dólar e Bolsa são influenciados pelas notícias do dia. Leia os destaques de hoje aqui

  • Thinkstock

    UOL Invest

    O simulador de Bolsa UOL Invest é grátis e permite que você aprenda como investir e concorra a tablets e passagens aéreas. Acesse por computador e tablet (clique nesta mensagem) ou celular (digite ou copie: uolinvest.economia.uol.com.br)

  • Alex Almeida/Folhapress

    Consulte suas ações

    Quer saber o preço de suas ações preferidas? Consulte o UOL Cotações, veja gráficos no formato que quiser, desempenho no dia e histórico de 1 ano. Acesse por computador e tablet (clique nesta mensagem) ou celular (digite ou copie: http://uol.com/bfdNjz)

  • Shutterstock

    Histórico do dólar

    Precisa saber quanto estava custando o dólar, o euro, o peso argentino um tempo atrás? Veja o histórico do UOL Cotações de até 1 ano para as principais moedas do mundo. Acesse grátis por computador e tablet (clique nesta mensagem) ou celular (digite ou copie: http://uol.com/bwdPmd)

 

Cotações