PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Cotações

Bolsa fecha em queda de 0,32%, puxada por bancos; Itaú perde 2,56%

Do UOL, em São Paulo

22/03/2016 17h35Atualizada em 22/03/2016 18h15

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou esta terça-feira (22) em queda de 0,32%, a 51.010,2 pontos. 

Na véspera, a Bovespa havia subido 0,7% e fechado no maior nível desde 21 de julho de 2015.

A baixa de hoje foi puxada, principalmente, pelo desempenho negativo dos bancos, que possuem grande peso sobre o Ibovespa.

Itaú tomba 2,56%

Entre os bancos, a maior queda foi das ações do Itaú Unibanco (ITUB4), que terminaram o dia com baixa de 2,56%, a R$ 32,35.

As ações do Banco do Brasil (BBAS3) caíram 1,45%, a R$ 20,40, e aações do Bradesco (BBDC4) recuaram 1,04%, a R$ 27,65

A maior queda do Ibovespa no dia, no entanto, foi da BB Seguridade, empresa do Banco do Brasil responsável por investimentos em seguros. As ações da BB Seguridade (BBSE3) perderam 5,51%, a R$ 29,15.

Petrobras e Vale sobem

No sentido contrário dos bancos, as ações da Petrobras e da mineradora Vale fecharam em alta.

As ações ordinárias da Petrobras (PETR3), com direito a voto em assembleia, subiram 2,24%, a R$ 10,48As ações preferenciais da Petrobras (PETR4), que dão prioridade na distribuição de dividendos, avançaram 0,62%, a R$ 8,11

Os papéis da estatal foram influenciados pela alta do petróleo no mercado internacional. Além disso, a estatal divulgou, na véspera, prejuízo de R$ 34,836 bilhões em 2015. Apesar da perda, analistas destacaram a geração de fluxo de caixa e a redução da dívida em dólar.

As ações ordinárias da Vale (VALE3) ganharam 1,85%, a R$ 15,43. Já as ações preferenciais da Vale (VALE5) se valorizaram 0,89%, a R$ 11,30.

Os papéis dessas empresas subiram mesmo com a baixa dos preços do minério de ferro no exterior.

Dólar cai 0,26%, a R$ 3,601

No mercado de câmbio, o dólar comercial fechou em queda de 0,26%, a R$ 3,601 na venda. 

Na véspera, o dólar havia subido 0,8%. A moeda norte-americana acumula queda de 10,06% no mês e de 8,79% no ano.

Bolsas internacionais

Das seis principais Bolsas de Valores da Europa, duas fecharam em alta, três ficaram praticamente estáveis e uma caiu, após os ataques terroristas no aeroporto e no metrô de Bruxelas.

  • Alemanha: +0,42%;
  • Inglaterra: +0,13%;
  • França: +0,09%;
  • Portugal: +0,07%;
  • Itália: +0,01%;
  • Espanha: -0,32%

Das sete principais Bolsas da Ásia e do Pacífico, duas fecharam em alta e três caíram Cingapura e Austrália ficaram estáveis.

  • Japão: +1,94%;
  • Coreia do Sul: +0,35%;
  • Hong Kong: -0,08%;
  • Taiwan: -0,31%;
  • China: -0,6%;
  • Cingapura e Austrália ficaram estáveis

(Com Reuters)

Cotações