Bolsas

Câmbio

Petrobras cai 4,6% e puxa queda da Bolsa, de olho em petróleo e impeachment

Do UOL, em São Paulo

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou esta segunda-feira (18) em queda de 0,63%, a 52.894,08 pontos, no primeiro pregão após a Câmara dos Deputados aprovar a abertura do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff.

Na sexta-feira, a Bovespa havia subido 1,56%.

A baixa do dia foi puxada, principalmente, pelo desempenho negativo das ações da Petrobras, que caíram 4,6%, e dos bancos. Essas empresas têm grande peso sobre o Ibovespa.

O preço do petróleo caiu no mercado global, após uma reunião entre países produtores da matéria-prima não ter chegado a um acordo sobre o congelamento da produção. Isso ajudaria a reduzir a oferta do produto e conter a queda do preço.

Petrobras tomba

As ações preferenciais da Petrobras (PETR4), com prioridade na distribuição de dividendos, tombaram 4,64%, a R$ 9,24.

As ações ordinárias da Petrobras (PETR3), com direito a voto em assembleia, caíram 1,26%, a R$ 11,77.

Os papéis da estatal foram influenciados pelo cenário político e pela queda nos preços do petróleo no mercado internacional.

Bancos recuam

As ações do Banco do Brasil (BBAS3) fecharam em baixa de 2,73%, a R$ 22,08.

As ações do Itaú Unibanco (ITUB4) recuaram 0,73%, a R$ 32,70, e as ações do Bradesco (BBDC4) perderam 0,53%, a R$ 26,06.

Vale sobe

Por outro lado, o desempenho positivo da mineradora Vale ajudou a minimizar a queda da Bovespa no dia.

As ações ordinárias da Vale (VALE3) avançaram 2,42%, a R$ 19,05, e as ações preferenciais da Vale (VALE5) se valorizaram 1,96%, a R$ 14,57.

Os papéis da mineradora foram influenciados pela alta nos preços do minério de ferro e do aço no mercado internacional.

Dólar sobe 2,08%, a R$ 3,597

No mercado de câmbio, o dólar comercial fechou em alta de 2,08%, a R$ 3,597 na venda. A moeda norte-americana avançou pela segunda sessão seguida. Na sexta-feira, o dólar havia subido 1,38%.

A alta foi puxada pela forte atuação do Banco Central no mercado de câmbio e por investidores que aproveitavam para comprar a moeda, após as recentes quedas, segundo analistas consultados pela agência de notícias Reuters.

Bolsas internacionais

Entre as principais Bolsas de Valores da Europa, a maioria fechou em alta. Apenas a Bolsa de Portugal caiu.

  • Inglaterra: +0,15%
  • França: +0,26%
  • Espanha: +0,35%
  • Itália: +0,55%
  • Alemanha: +0,68%
  • Portugal: -0,94%

As principais Bolsas de Valores da Ásia e do Pacífico terminaram o dia em baixa. A Bolsa do Japão perdeu 3,4%, após um terremoto atingir o país no sábado.

  • Japão: -3,4%
  • China: -1,43%
  • Hong Kong: -0,73%
  • Taiwan: -0,4%
  • Austrália: -0,4%
  • Coreia do Sul: -0,28%
  • Cingapura: -0,21%

(Com Reuters)

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos