Bolsas

Câmbio

Bovespa fecha em baixa de 2,04%; Petrobras e Vale caem mais de 3%

Do UOL, em São Paulo

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou esta terça-feira (14) em queda de 2,04%, a 48.648,3 pontos. Na véspera, a Bovespa havia subido 0,48%.

Apesar da baixa no dia, o índice ainda acumula alta de 0,36% no mês e de 12,22% no ano.

Das 59 ações listadas no Ibovespa, apenas uma fechou em alta nesta terça. As ações da Smiles (SMLE3) subiram 0,65%, a R$ 45,10.

Os papéis da Petrobras e da Vale caíram mais de 3%. As ações dos bancos também tiveram forte baixa.

Cenário internacional

No contexto internacional, investidores estavam preocupados com a possibilidade de o Reino Unido deixar a União Europeia. Uma eventual saída do bloco no referendo de 23 de junho pode ter implicações econômicas no mundo todo. Com isso, investidores têm preferido investir em negócios mais seguros.

Além disso, eles também mantinham a cautela antes da decisão do Federal Reserve (Fed, banco central norte-americano) sobre a taxa de juros nos Estados Unidos nesta quarta-feira.

Vale perde 3,75%

As ações ordinárias da Vale (VALE3), com direito a voto em assembleia, perderam 3,75%, a R$ 14,63.

As ações preferenciais da Vale (VALE5), com prioridade na distribuição de dividendos, caíram 2,48%, a R$ 11,81. 

Os papéis da mineradora foram influenciados pela queda nos preços do minério de ferro na China.

Petrobras cai 3,71%

As ações preferenciais (PETR4) se desvalorizaram 3,71%, a R$ 8,30, e as ações ordinárias da Petrobras (PETR3) tiveram baixa de 3,14%, a R$ 10,48.

Os papéis da estatal foram influenciados por queda nos preços do petróleo no mercado internacional. Além disso, a empresa anunciou que pode propor um acordo com sindicatos para reduzir salários e horas de trabalho para parte dos funcionários, o que ajudaria a reduzir a dívida.

Bancos têm queda

As ações do Banco do Brasil (BBAS3) se desvalorizaram 2,78%, a R$ 16,11.

As ações do Itaú Unibanco (ITUB4) caíram 1,45%, a R$ 28,61, e as ações do Bradesco (BBDC4) perderam 1,96%, a R$ 23,96.

Dólar cai 0,19%, a R$ 3,48

No mercado de câmbio, o dólar comercial fechou em queda de 0,19%, a R$ 3,48 na venda. Com isso, a moeda norte-americana quebra uma sequência de três altas. Na véspera, havia subido 1,62%, a maior alta percentual diária desde 23 de maio. 

O dólar acumula ainda desvalorização de 3,66% no mês e de 11,85% no ano.

Bolsas internacionais

As principais Bolsas de Valores da Europa fecharam em baixa.

  • Portugal: -2,32%
  • França: -2,29%
  • Espanha: -2,13%
  • Itália: -2,11%
  • Inglaterra: -2,01%
  • Alemanha: -1,43%

Das sete principais Bolsas da Ásia e do Pacífico, cinco fecharam em queda e só duas subiram.

  • Taiwan: +0,47%
  • China: +0,35%
  • Coreia do Sul: -0,36%
  • Cingapura: -0,61%
  • Hong Kong: -0,61%
  • Japão: -1%
  • Austrália: -2,06%

(Com Reuters)

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos