Bolsa fecha em queda de 0,21% e quebra sequência de dez altas

Do UOL, em São Paulo

Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou esta quarta-feira (20) em queda de 0,21%, a 56.578,05 pontos. Com isso, Bovespa quebrou uma sequência de dez altas, a maior série de ganhos desde 2010.

Só nas últimas dez sessões, o índice havia registrado valorização de 9,37%. Uma série de dez avanços é muito rara no mercado de Bolsas, tanto no país quanto no exterior.

Mesmo com a queda do dia, a Bovespa ainda acumula ganho de 9,8% no mês e de 30,51% no ano.

A baixa de hoje foi puxada, principalmente, pelo desempenho negativo das ações da mineradora Vale e dos papéis ordinários da Petrobras, que têm grande peso sobre o Ibovespa.

Vale

As ações ordinárias da Vale (VALE3), com direito a voto em assembleia, caíram 1,96%, a R$ 16,51.

As ações preferenciais da Vale (VALE5), que dão prioridade na distribuição de dividendos, se desvalorizaram 0,37%, a R$ 13,63.

Os papéis da mineradora foram influenciados pela baixa nos preços do minério de ferro na China.

Petrobras

As ações ordinárias da Petrobras (PETR3) perderam 1,3%, a R$ 13,65, enquanto aações preferenciais da Petrobras (PETR4) foram no sentido oposto e subiram 0,34%, a R$ 11,82.

Os papéis foram influenciados novamente por expectativas ligadas à venda de fatia na BR Distribuidora. Além disso, investidores também comentavam a possibilidade de a empresa integrar o programa de governança de estatais da BM&FBovespa.

Bancos

As ações do Banco do Brasil (BBAS3) fecharam em alta de 2,01%, a R$ 21,35.

As ações do Itaú Unibanco (ITUB4) avançaram 1,57%, a R$ 34,36, e as ações do Bradesco (BBDC4) se valorizaram 0,87%, a R$ 29,03.

Smiles

As ações da Smiles (SMLE3) saltaram 7,77%, a R$ 52,83. Foi a maior alta do Ibovespa no dia.

Os papéis da empresa de programas de fidelidade foram influenciados por relatórios do BTG Pactual e do Bradesco BBI, que traziam perspectivas positivas sobre o resultado trimestral da companhia.

Oi

Fora do Ibovespa, as ações preferenciais da Oi (OIBR4) dispararam 13,33%, a R$ 2,38. As ações ordinárias da Oi (OIBR3) ganharam 8,6%, a R$ 3,03.

Um grupo de investidores, na sua maioria de credores e acionistas da Oi, contatou o banco de investimentos Abadi & Co Global Markerts para ajudar na estruturação de uma potencial oferta de compra da empresa.

Além disso, a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) divulgou na véspera a lista de empresas que considera capazes de administrar o processo de recuperação judicial da companhia.

Dólar cai 0,32%, a R$ 3,249

No mercado de câmbio, o dólar comercial fechou em queda de 0,32%, cotado a R$ 3,249 na venda. Na véspera, a moeda norte-americana havia subido 0,22%.

Apesar da baixa no dia, o dólar ainda acumula ganho de 1,1% no mês. No ano, no entanto, a desvalorização acumulada é de 17,72%.

Bolsas internacionais

As principais Bolsas de Valores da Europa fecharam em alta.

  • Alemanha: +1,61%
  • França: +1,15%
  • Espanha: +1,06%
  • Itália: +0,54%
  • Inglaterra: +0,47%
  • Portugal: +0,27%

Das sete principais Bolsas da Ásia e do Pacífico, três fecharam em alta, três tiveram queda e uma ficou praticamente estável.

  • Hong Kong: +0,97%
  • Cingapura: +0,9%
  • Austrália: +0,69%
  • Coreia do Sul: -0,07%
  • Japão: -0,25%
  • China: -0,27%
  • Taiwan: -0,3%

(Com Reuters)

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos