Bolsas

Câmbio

Dólar avança 0,1% e fecha a R$ 3,222, à espera da PEC do teto de gastos

Do UOL, em São Paulo

dólar comercial fechou esta quinta-feira (6) em alta de 0,1%, a R$ 3,222 na venda.

Na véspera, a moeda norte-americana havia caído 1,1%. No ano, o dólar acumula queda de 18,38%. 

Cenário brasileiro

Investidores estavam à espera da votação da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) do teto dos gastos em comissão especial da Câmara.

A proposta que limita o crescimento dos gastos públicos à inflação do ano anterior é a principal medida de ajuste das contas públicas.

"O cenário político continua sendo a grande questão para o mercado neste momento. Passar a PEC, saber se o governo vai garantir a maioria, começar a tramitar a reforma da Previdência...", disse um analista do mercado de câmbio de uma corretora nacional à agência de notícias Reuters.

Na véspera, o dólar caiu bastante devido a expectativas de aprovação da PEC.

"A moeda caiu demais ontem, agora está corrigindo um pouco, procurando um equilíbrio", disse o diretor de uma corretora à Reuters.

Atuação do BC

O Banco Central brasileiro atuou no mercado de câmbio nesta quinta-feira. Como nas últimas sessões, o BC ofertou 5.000 contratos de swap cambial reverso (equivalentes à compra futura de dólares). Todos foram vendidos.

Cenário externo

No exterior, o mercado aguardava a divulgação do relatório do mercado de trabalho norte-americano, na sexta-feira (7). Os dados da economia dos EUA podem dar pistas de quando o Federal Reserve (Fed, banco central norte-americano) deve subir as taxas de juros no país.

Nesta manhã, foi divulgado o número de pedidos de auxílio-desemprego, que avançaram menos do que o esperado na semana passada, para perto do nível mais baixo em 43 anos.

O dado indica uma melhora do mercado de trabalho, que poderá ser ou não confirmado no relatório que sai na sexta-feira.

Nesta manhã, as apostas na curva de juros norte-americana sinalizavam 62% de chance de um aumento dos juros no último mês do ano, percentual similar ao da véspera.

(Com Reuters)

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos