Bolsas

Câmbio

Ações da Petrobras sobem mais de 2%; Bovespa fecha com leve alta de 0,16%

Do UOL, em São Paulo

Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou esta quinta-feira (13) em alta de 0,16%, a 61.118,58 pontos.

Na semana, a Bovespa está quase estável, com leve alta de 0,02%. No mês, acumula ganhos de 4,71% e, no ano, valorização de 40,99%.

Na véspera os mercados não funcionaram devido a feriado. 

Na terça-feira (11), a Bolsa havia caído 1,05%.

O resultado de hoje foi puxado, principalmente, pelo desempenho positivo das ações da Petrobras, que subiram mais de 2%, e dos bancos Bradesco, Itaú Unibanco e Banco do Brasil. As quatro empresas têm grande peso sobre o Ibovespa. 

Dólar cai 0,57% e fecha a R$ 3,182

No mercado de câmbio, o dólar comercial operou em alta durante grande parte da sessão, mas passou a cair durante a tarde e fechou em queda de 0,57%, a R$ 3,182 na venda. É o menor valor de fechamento desde 11 de agosto, quando a moeda norte-americana havia fechado a R$ 3,14.

Com isso, o dólar acumula queda de 1,09% na semana. No mês, tem desvalorização de 2,16% e, no ano, perdas de 19,41%. 

Na terça-feira (11), o dólar havia fechado quase estável, com leve queda de 0,08%.

Petrobras 

As ações preferenciais da Petrobras (PETR4), que dão prioridade na distribuição de dividendos, tiveram alta de 2,4%, a R$ 15,76.

As ações ordinárias da Petrobras (PETR3), com direito a voto em assembleia, registraram ganho de 2,46%, a R$ 17,50.

Os papéis foram influenciados pela alta dos preços do petróleo. 

Bancos 

As ações do Banco do Brasil (BBAS3) subiram 1,73%, a R$ 25,30.

As ações do Itaú Unibanco (ITUB4) ganharam 1,13%, a R$ 38,40.

As ações do Bradesco (BBDC4) tiveram alta de 0,13%, a R$ 30,79.

O Bradesco anunciou nesta quinta-feira acordo pelo qual a resseguradora Swiss Re vai assumir as operações com seguros de grandes riscos do grupo financeiro brasileiro, que manterá uma participação minoritária na nova empresa criada.

Vale cai 

No sentido oposto da Bolsa, as ações da Vale fecharam em queda. 

As ações ordinárias da Vale (VALE3) desvalorizaram-se 4,57%, a R$ 17,75.

As ações preferenciais da Vale (VALE5) perderam 2,82%, a R$ 16,22.

As ações foram influenciadas por preocupações com a desaceleração da economia chinesa, após os dados fracos de comércio exterior do país.

Eletrobras sobe mais de 200% em NY

Os ADRs (recibos que representam ações de uma empresa estrangeira na Bolsa de Nova York) da Eletrobras voltaram a ser negociados nesta quinta-feira na Bolsa de NY. As operações haviam sido suspensas em maio, por falta da entrega de informações financeiras em formulário relativas a 2014.

Os papéis ordinários da companhia, negociados sob o código EBR, fecharam com ganho de 239%, a US$ 6,66. Os ADRs preferenciais (EBR.B) subiram 125%, a US$ 7,75.

Na Bolsa brasileira, as ações ordinárias da companhia (ELET3) subiram 1,63%, a R$ 21,18. Os preferenciais (ELET6) ganharam 0,24%, a R$ 24,89. 

Bolsas internacionais

A maioria das principais Bolsas de Valores da Europa fechou em queda:

  • Itália: -1,22%
  • França: -1,06%
  • Alemanha: -1,04%
  • Espanha: -0,9%
  • Inglaterra: -0,66%
  • Portugal: +0,08%

A maioria das Bolsas da Ásia e do Pacífico também fechou em baixa:

  • Bolsa de Hong Kong: -1,61%
  • Coreia do Sul: -0,9%
  • Austrália: -0,71%
  • Japão: -0,39%
  • Taiwan: -0,36%
  • Cingapura: -0,29%
  • China: +0,09%

(Com Reuters)


Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos