Bolsas

Câmbio

Bolsa sobe 1%, na 4ª alta seguida; em um ano com Temer, ganho chega a 29%

Do UOL, em São Paulo

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou esta sexta-feira (12) em alta de 1,01%, a 68.221,94 pontos. É o quarto avanço seguido da Bolsa, que havia subido 0,28% na véspera. Com isso, a Bolsa termina a semana com valorização acumulada de 3,82%.

Nesta sexta, o presidente Michel Temer completa um ano no poder. Neste período, a Bolsa acumula ganho de 29,3%. Em 11 de maio de 2016, um dia antes de Temer assumir interinamente, o Ibovespa estava a 52.764,46 pontos.

O resultado de hoje foi influenciado, principalmente, pelo desempenho positivo das ações da Petrobras, que subiram mais de 4%. Na noite da última quinta-feira (11), a estatal anunciou seu melhor resultado trimestral em dois anos.

Os papéis do Banco do Brasil, Bradesco e Itaú Unibanco também tiveram alta. Por outro lado, os papéis da mineradora Vale fecharam em queda. Essas empresas têm grande peso sobre o Ibovespa.

A maior alta do índice no dia foi da operadora de planos de saúde Qualicop, que saltaram 8,27%, após a empresa reportar lucro líquido de R$ 111,5 milhões no primeiro trimestre.

Os papéis da JBS, dona das marcas Friboi e Seara, caíram 2,92% nesta sessão. A empresa foi alvo de operação da Polícia Federal que investiga irregularidades em repasses concedidos pelo BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

Dólar cai 9,33% com Temer no poder

O dólar comercial fechou o dia em queda de 0,63%, cotado a R$ 3,124 na venda. É a quarta baixa seguida da moeda norte-americana, que havia caído 0,73% na véspera. Com isso, o dólar termina a semana com desvalorização acumulada de 1,61%.

Em uma ano de governo Temer, o dólar acumulou queda de 9,33% (em 11 de maio de 2016, a moeda valia R$ 3,446).

(Com Reuters)

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos