Dólar fecha em alta de 0,4%, a R$ 3,279, de olho em crise política

Do UOL, em São Paulo

  • Getty Images

dólar comercial fechou esta quarta-feira (24) em alta de 0,4%, cotado a R$ 3,279 na venda. Na véspera, a moeda norte-americana havia caído 0,31%.

Investidores seguiam atentos à crise política, em meio aos protestos contra o presidente Michel Temer e as reformas do governo em Brasília. Ainda assim, o governo tenta transmitir um ar de tranquilidade, com o parecer favorável à reforma trabalhista em comissão do Senado e a aprovação do saque das contas inativas do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) na Câmara.

Parte do mercado já vislumbra o andamento das reformas sem Temer. Está marcado para 6 de junho o julgamento de ação no TSE (Tribunal Superior eleitoral) que pode cassar a chapa Dilma-Temer. Além disso, o presidente é alvo de inquérito no STF (Supremo Tribunal Federal) por corrupção passiva, organização criminosa e obstrução da Justiça.

No exterior, o Fed (Federal Reserve, o banco central dos EUA) indicou na ata da última reunião que só deve voltar a subir os juros no país quando a economia der sinais claros de recuperação. Com isso, investidores acreditam que os juros por lá podem subir em ritmo menor que o esperado. Juros maiores nos EUA poderiam atrair para lá recursos aplicados em economias com taxas hoje mais vantajosas, como o Brasil.

(Com Reuters)

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos