Bolsas

Câmbio

Bolsa fecha em queda de 0,66%, após duas altas; Copel despenca 7,69%

Do UOL, em São Paulo

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou esta quinta-feira (8) em queda de 0,66%, a 62.755,57 pontos, após duas altas seguidas. Na véspera, a Bolsa havia subido 0,34%.

As ações da companhia elétrica Copel despencaram 7,69%, a R$ 25,70, e tiveram a maior baixa do dia do Ibovespa. A estatal paranaense de energia informou nesta quinta-feira que avalia uma eventual oferta de ações.

Os papéis da JBS caíram 2,86%, a R$ 7,48. Investidores temiam que novas multas sejam aplicadas à empresa após a medida provisória que endurece as punições que poderão ser adotadas pelo Banco Central e pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários) em caso de fraudes e irregularidades.

Também influenciaram a queda no dia o desempenho negativo das ações do Banco do Brasil, do Bradesco e do Itaú Unibanco, que perderam mais de 1%. Por outro lado, as ações da mineradora Vale tiveram alta de mais de 2%. Essas empresas têm grande peso sobre o índice.

Dólar 0,21%, a R$ 3,265

dólar comercial fechou em queda de 0,21%, cotado a R$ 3,265 na venda. É a terceira baixa seguida da moeda norte-americana, que havia caído 0,13% na véspera.

O dólar operou em alta na maior parte da sessão, mas passou a cair no meio da tarde com investidores apostando que o mandato do presidente não será cassado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral). No terceiro dia de julgamento da chapa Dilma-Temer na corte, a maioria dos ministros indicou ser favorável à exclusão dos depoimentos dos delatores da Odebrecht da ação.

(Com Reuters)

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos